Mundo

Tumulto no aeroporto de Cabul deixa mortos e voos comerciais são cancelados

[Tumulto no aeroporto de Cabul deixa mortos e voos comerciais são cancelados]
16 de Agosto de 2021 às 08:14 Por: Reprodução/Twitter/@jnascim Por: Redação BNews

Um tumulto no aeroporto de Cabul, capital e mais populosa cidade do Afeganistão, deixou mortos nesta segunda-feira (16), quando uma multidão tentava embarcar em aviões para deixar o País.

Na semana passada, o Taleban, movimento fundamentalista islâmico nacionalista, tomou o poder no Afeganistão. A retomada do grupo ao poder fez com que moradores do Afeganistão tentassem fugir do país

No último domingo (15), o aeroporto de Cabul havia sido invadido por populares em busca de um voo após o ex-presidente Ashraf Ghani fugir do país. 

De acordo com informações do portal G1, o número de mortos no tumulto não foi confirmado. A agência de notícias Reuters publicou relatos de testemunhas que afirmam que cinco pessoas foram mortas - sem explicar as circunstâncias dos óbitos.

Já o "The Wall Street Journal", também segundo o G1, fala em três mortes por armas de fogo. Os voos comerciais foram cancelados, e apenas viagens militares ocorrem no local. 

Autoridades do Taleban disseram nesta segunda que não receberam relatos de confrontos em todo o país desde que tomaram Cabul. "A situação é pacífica, de acordo com nossas informações", disse um dos principais membros do grupo.

O encarregado russo para o Afeganistão, Zamir Kabulov, afirmou que o embaixador de seu país em Cabul se reunirá na próxima terça-feira (17) com os talibãs - ocasiãoo na qual a Rússia decidirá se reconhece ou não o governo Taleban.

Mais de 60 países, incluindo EUA, Alemanha, Japão e França, publicaram um comunicado em que fazem um apelo para que cidadãos afegãos e estrangeiros tenham permissão para deixar o Afeganistão em segurança.

Os EUA atacaram o Afeganistão em 2001, em reação ao atentado do 11 de Setembro, e permaneceram no país desde então. Em 2020, o ex-presidente Donald Trump assinou acordo de paz com o Taleban que previa a retirada total das tropas norte-americanas do país em abril deste ano.

O atual presidente Joe Biden manteve a decisão, mas adiou a saída completa do Afeganistão para o fim deste mês. Com a retirada dos EUA, o Taleban conquistou o poder.

Notícia Relacionada

Taleban conquista 3ª maior cidade do Afeganistão, e EUA temem queda de Cabul em 30 dias
 

Classificação Indicativa: Livre


Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar