Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Polícia

Vereadora de Feira de Santana pede rapidez na investigação contra ex-secretário acusado de assédio

[Vereadora de Feira de Santana pede rapidez na investigação contra ex-secretário acusado de assédio]
18 de Abril de 2020 às 11:00 Por: Reprodução/Internet Por: Yasmin Garrido

A vereadora de Feira de Santana Gerusa Sampaio (DEM) emitiu posicionamento sobre a acusação de assédio sexual feita por uma servidora municipal contra o ex-secretário de Desenvolvimento Social, Ícaro Ivvin. Para ele, é necessário as investigações sejam rápidas, em respeito à suposta vítima e ao direito ao contraditório do procurador geral do município.

“Como Mulher, Membro da Comissão de Direitos Humanos, Defesa do Consumidor e Proteção a Mulher, Parlamentar que sempre lutou pelo fim da violência contra mulher nesse município, venho por meio desse lugar de fala, para certificar a importância da rapidez nas investigações para que sejam adotadas medidas pertinentes, tanto no âmbito administrativo, quanto criminal”, escreveu.

Ainda segundo ela, “é inadmissível que normatizemos todo e/ou qualquer tipo de violência contra mulher, bem como, que fiquemos em silêncio diante do ocorrido. Se há denúncia, que a investigação seja urgente, para que as medidas cabíveis sejam adotada”.

Neste sábado (18), o prefeito Colbert Martins afastou o secretário do cargo, mas o manteve com a procuradoria do Município. A medida foi publicada no Diário Oficial.

Veja:

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Como Mulher, Membro da Comissão de Direitos Humanos, Defesa do Consumidor e Proteção a Mulher, Parlamentar que sempre lutou pelo fim da violência contra mulher nesse município, venho por meio desse lugar de fala, para certificar a importância da rapidez nas investigações para que sejam adotadas medidas pertinentes, tanto no âmbito administrativo, quanto criminal, do caso em que o procurador e secretário interino de desenvolvimento social deste município foi acusado, se faz necessário que a situação seja elucidada com extrema celeridade. Afinal, a vítima merece respeito, e o acusado, perante a lei, tem direito ao contraditório. É inadmissível que normatizemos todo e/ou qualquer tipo de violência contra mulher, bem como, que fiquemos em silêncio diante do ocorrido. Se há denúncia, que a investigação seja urgente, para que as medidas cabíveis sejam adotas. #vereadoragerusasampaio #naoaviolenciacontraamulher

Uma publicação compartilhada por Gerusa Sampaio (@vereadoragerusasampaio) em

 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso