Política

"Não tem aumento de carga tributária, é para substituir imposto", diz Bolsonaro sobre nova CPMF

[
Por: Agência Brasil Por: Redação BNews 0comentários

O presidente Jair Bolsonaro minimizou a criação do imposto sobre transações, proposto pelo ministro Paulo Guedes e incluso na reforma tributária, que se assemelha à antiga CPMF.

De acordo com o presidente, que na última sexta-feira (1°) encerrou uma coletiva após ser questionado sobre o tributo, a medida não implica em um "aumento de carga tributária", mas sim irá "substituir imposto" e que é preciso ver o que irá "deixar de existir".

“Pessoal não aguenta mais pagar imposto, não. Tem que ver o que vai deixar de existir”, declarou.

Em conversa com apoiadores em visita a uma padaria em Brasília, no Distrito Federal, Bolsonaro afirmou que pediu a Guedes que "coloque os pesos na balança" quando for apresentar a proposta da nova CPMF, e lembrou a dificuldade atual para se "contratar funcionário".

“Falei para o Paulo Guedes para quando apresentar para vocês, que coloque os pesos na balança. Vocês sabem a dificuldade que é para o trabalhador, a dificuldade que é contratar funcionário", justificou.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

PodCast

Mais Lidas