Política

De olho no salário da mulher de Wagner, oposição na Alba procura TJ-BA

[De olho no salário da mulher de Wagner, oposição na Alba procura TJ-BA]
Por: Redação Bocão News (Twitter: @bocaonews) 0comentários


O governador Jaques Wagner (PT) tenta retirar da pauta do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) o processo contra sua mulher, Maria de Fátima Carneiro de Mendonça. A primeira dama do estado tornou-se servidora efetiva, com um salário de R$ 13.619 do Tribunal de Justiça da Bahia sem fazer concurso público.

Segundo informações publicadas pelo colunista Cláudio Humberto, nesta terça-feira (26), a bancada da oposição na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) vai entrar com pedido de informações ao Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) sobre processo contra a mulher do governador no CNJ.

No final de semana, a reportagem do Bocão News entrou em contato com o secretário de Comunicação do Estado, Robinson Almeida, que preferiu não comentar o assunto.

Enfermeira de profissão, Fátima teve a petição para se tornar servidora estável aprovada pelo TJ-BA em apenas seis dias. Em inspeção em julho, o CNJ identificou que a primeira-dama nunca pisou no tribunal e acumula cargo de assessora de supervisão com outro de analista, no Executivo.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas