Política

Vereadores de Camaçari pedem CPI para investigar suposto pedido de propina pela prefeitura

Tiago Pacheco / Prefeitura de Camaçari
Ação ocorre após Bira da Barraca, em áudio, acusar a prefeitura de Camaçari de pedir propina para instalar uma fábrica no município  |   Bnews - Divulgação Tiago Pacheco / Prefeitura de Camaçari

Publicado em 27/05/2024, às 16h40   Redação



Os vereadores de oposição de Camaçari solicitaram a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar suposto pedido de propina feito pela prefeitura da cidade após um áudio do prefeito de Mata de São João, Bira da Barraca, "circular" na internet.

O requerimento, assinado pelos vereadores Tagner Cerqueira (PT), Vavau (PSB) e Dentinho (PT), pede a "investigação das graves denúncias de pedido de propina para instalação de empresa no município de Camaçari”.

“Entendemos inadiável a instalação de Comissão Parlamentar de Inquérito no âmbito desta Casa Legislativa, que certamente permitirá elucidar os fatos e adotar todas as providências necessárias”, completa o documento.

É citado pelos vereadores que, além do suposto pedido de propina, que o prefeito de Camaçari, Antônio Elinaldo (União Brasil), teria perdido a “grande oportunidade de geração de quase 600 vagas de emprego direito, além da arrecadação de impostos provenientes das operações do empreendimento no município.”

Em nota ao BNews, a assessoria de Elinaldo afirmou que o chefe do Executivo Municipal “determinou que fossem adotadas todas as medidas administrativas e judiciais para apuração do caso". 

“[Antônio Elinaldo] tem sua gestão marcada pela atração de novos empreendimentos, inclusive por meio do estímulo à economia e atração de novos negócios através de programas de incentivo fiscal e econômico para a instalação e ampliação de negócios no município”, diz em nota.

Classificação Indicativa: Livre

FacebookTwitterWhatsApp