Política

Vereadores de Salvador são notificados por dar 'calote' no partido; entenda

Montagem/Divulgação CMS

Vereadores receberam notificação por não pagarem contribuição partidária mensal ao Patriota

Publicado em 03/02/2022, às 19h21    Montagem/Divulgação CMS    Redação

Os vereadores de Salvador Sandro Bahiense e Roberta Caires foram notificados pelo próprio partido, o Patriota, por não pagamento da contribuição partidária mensal.

Ofícios assinados pelo presidente da Executiva Municipal da legenda, o também vereador e líder do Patriota na Câmara Municipal, Átila do Congo, observam que "não se encontram registros de pagamentos da contribuição mensal devida ao partido por conta do mandato eletivo assumido no dia 01 de janeiro de 2021".

O documento reforça que, conforme o estatuto do Patriota, é obrigatório para os filiados com mandato o desconto mensal de 5% sobre o valor da remuneração auferida pelo cargo eletivo.

O BNews procurou o presidente municipal da sigla e os vereadores Sandro Bahiense e Roberta Caires, mas até a publicação da matéria não teve resposta.

Atualização: após a publicação da matéria, o vereador Sandro Bahiense afirmou, em nota ao BNews, que tem honrado os compromissos com a legenda.

“Venho informar que desde janeiro de 2021 venho honrando com o partido integralmente e destaco o nobre presidente do Patriota Jean Sacramento em sua gestão até outubro todas as minhas contribuições”.

“Consequentemente irei tomar medidas cabíveis, irei oficializar o presidente nacional do partido. Solicitando que nos informe também a nomeação do presidente da municipal e pelo qual pedirei esclarecimentos junto ao partido e por vim judicialmente tamanha calúnia implantada sobre essa situação”, diz a nota.


Após a declaração do vereador Sandro Banhiense, o presidente municipal do Patriota e vereador de Salvador, Átila do Congo procurou a reportagem e afirmou que “não recebeu nenhuma contribuição do vereador Sandro Bahiense, além de não quitar o pagamento, ele não atendeu a nenhuma comunicação da sigla para tentar acertar a quantia devida”.

“Átila desconhece qualquer valor depositado até o momento e pede para que se houve o pagamento, o parlamentar em questão demonstre os comprovantes de pagamento”, diz a nota.

Matéria atualizada nesta sexta (4), às 18h15

Siga o BNews no Google Notícias e receba as principais notícias do dia em primeira mão!

Classificação Indicativa: Livre