Política

Vice da Câmara oficializa saída do partido por causa de Bolsonaro; entenda

Divulgação

Marcelo Ramos é um crítico ferrenho do presidente Jair Bolsonaro

Publicado em 07/12/2021, às 16h28    Divulgação    Redação BNews

O vice-presidente da Câmara dos Deputados, Marcelo Ramos, confirmou nesta terça-feira (7) que vai se desfiliar do PL após o partido filiar o presidente Jair Bolsonaro. A oficialização do que já vinha sendo dito nos bastidores foi feita em coletiva de imprensa.

“Eu não sairia de um partido que está acolhendo Jair Bolsonaro para ir para uma sigla da base de sustentação do governo. Então, vou procurar um partido que seja um partido de um campo com o mínimo de independência”, explicou.

Marcelo Ramos disse que recebeu nesta terça a liberação de Valdemar Costa Neto, presidente do PL, para trocar de partido, mas a migração, por lei, somente pode acontecer em março do ano que vem. Apesar disso, o deputado declarou que ingressou com uma ação no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) para antecipar a sua saída da sigla.

Leia mais: Chegada de Bolsonaro no PL redesenha composição do partido na Bahia; veja novos nomes

PF flagra deputado do PL com maços de dinheiro de suposto desvio de emendas parlamentares

Futuro partido de Bolsonaro, PL acumula escândalos e poder em fundo bilionário

Marcelo Ramos critica Bolsonaro

O deputado Marcelo Ramos é um crítico público do presidente Jair Bolsonaro. Em agosto, por exemplo, publicou um vídeo para rebater uma declaração do mandatário sobre compra de fuzis.

“Tem que ser muito irresponsável ou viver em um universo paralelo para defender que alguém que não tem dinheiro para comprar feijão para colocar na mesa da família, compre um fuzil", criticou Ramos.

Marcelo Ramos chegou a dizer que uma abertura de impeachment contra Bolsonaro era inevitável. "Ele claramente agiu para afrontar e constranger o poder Judiciário e Legislativo", disse o deputado, quando Bolsonaro participou de uma manifestação com pautas anti-democráticas.

Acompanhe o BNews também nas redes sociais, através do Instagram, do Facebook e do Twitter

Classificação Indicativa: Livre