Bahia

Anestesistas e Planserv não entram em acordo e atendimento continua suspenso

[Anestesistas e Planserv não entram em acordo e atendimento continua suspenso]
31 de Janeiro de 2019 às 09:10 Por: Divulgação Por: Redação BNews0comentários

Não houve avanço nas negociações após reunião entre a Cooperativa dos Médicos Anestesiologistas da Bahia (COOPANEST-BA) e representantes do Plano de Assistência à Saúde dos Servidores Públicos da Bahia (Planserv), realizada na tarde desta quarta-feira (30). O encontro foi intermediado pelo Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA).

A paralisação dos anestesistas começou no último dia 7. A categoria alega que os valores pagos pelos médicos não são reajustados desde 2015. Não há informações da data de um novo encontro.

A Coopanest-Ba informou que os profissionais estão há 23 dias realizando apenas atendimentos de urgência e emergência. Mas, todas as cirurgias eletivas são feitas a custo dos próprios pacientes.

Procurado pelo BNews, a assessoria da Secretaria de Comunicação do Governo enviou uma nota sobre o posicionamento do Planserv. Leia a íntegra:

Em relação à reunião no MP, o Planserv informa que continua em entendimento com a sua rede credenciada de hospitais para que os serviços de anestesia não deixem de ser prestados, de modo a não causar prejuízos a seus beneficiários. 
Nenhum beneficiário deve pagar por serviços de anestesia e, caso seja cobrado por isso, não deve efetuar o pagamento, além de comunicar imediatamente ao plano através do call center, no 0800 56 6066, para que medidas sejam adotadas.
O Planserv reitera que a sua relação contratual é com os prestadores (laboratórios, clínicas, hospitais, etc.) e que permanecerá em tratativas para assegurar a prestação plena e regular dos serviços.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas