Brasil

Amazônia e Pantanal têm recorde de queimadas em outubro, aponta dados do Inpe

[Amazônia e Pantanal têm recorde de queimadas em outubro, aponta dados do Inpe]
01 de Novembro de 2020 às 13:37 Por: Valter Campanato/Agência Brasil Por: Redação BNews

Dois dos biomas mais importantes do Brasil registram recordes de queimadas no mês de outubro. Faltando dois meses para 2020 terminar, este já é considerado o pior ano desde que o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) começou a registrar os focos de incêndio, em 1998. Na Amazônia, o número de ocorrências de janeiro até hoje já supera o total de 2019.

Segundo informações do Inpe, o Pantanal teve 2.856 focos de incêndio ao longo de outubro, o maior número já registrado para o mês. Este ano o bioma também já teve recorde de queimadas, com 21.115 ocorrências, o maior número da série histórica. A máxima registrada foi em 2005, quando houve 12.486 focos de fogo na região. 

Informações do Laboratório de Aplicações de Satélites Ambientais (LASA) dão conta de que uma área de 4,2 milhões de hectares já foi queimada no Pantanal.

Na Amazônia, foram identificados 17.326 focos de incêndio, o que representa uma queda em relação ao mês anterior, que teve 32.017 ocorrências.

De acordo com reportagem publicada pelo site Terra, na região amazônica, o Pará foi o estado com maior número de focos entre janeiro e outubro (33.449 focos), seguido pelo Mato Grosso (19.334 focos), Amazonas (16.180 focos) e Acre (9.053 focos). 
 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar