Cidades

Uma fatalidade, diz Sindicato dos Rodoviários após atropelamento de cobrador

[Uma fatalidade, diz Sindicato dos Rodoviários após atropelamento de cobrador]
06 de Maio de 2015 às 08:35 Por: Redação Bocão News (Twitter: @bocaonews)
Em conversa com o Bocão News na manhã desta quarta-feira (6), a assessoria de comunicação do Sindicato dos Rodoviários classificou como “fatalidade” o atropelamento do cobrador Alberto Ferreira Alves, 46 anos,que aconteceu na última terça-feira (5), na garagem da empresa Boa Viagem, na Avenida Suburbana, em Salvador. “Uma fatalidade. Antes de ser dirigente sindical eu também sou motorista de ônibus. Em algum momento eu me coloquei no lugar do companheiro que estava no volante dando ré. A cabeça dele deve está um turbilhão. Foi vítima fatal o colega dele de trabalho”, disse Daniel Mota.
 
Ele ainda explicou que existe ‘um ponto cego’ no retrovisor dos ônibus que impede de enxergar o que se passa na parte posterior do veículo. “Essa manobra certamente ocorreu de uma forma que eu digo que foi uma fatalidade. A categoria está de luto. Todos imaginam o que se passa com o colega”, lamenta.
 
Segundo testemunhas, o motorista acabou atropelando o cobrador quando fazia uma manobra de ré no ônibus. De acordo com informações obtidas pela reportagem do Bocão News, há duas versões sobre o caso. Uma delas é que cobrador estaria com fone de ouvidos e não ouviu o veículo se aproximando dele, e a outra é que o motorista estava com fones de ouvido.
 
O assessor de comunicação da categoria afirmou ainda que o sindicato vai prestar solidariedade à família da vítima. O horário do sepultamento ainda não foi informado.
 
 
 
 
 
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar