Política

PSC define rumos para votação do Parque Tecnológico

[PSC define rumos para votação do Parque Tecnológico]
13 de Abril de 2011 às 11:53 Por: Rafael Albuquerque

Tudo indica que acontecerá na tarde desta quarta-feira (13) a votação do projeto do projeto do Parque Tecnológico, que implicará em redução na alíquota do ISS para as empresas que se instalarem no local além de outras particularidades. Após um período de grande debate entre governo, oposição e bancada independente, parece que as coisas estão se acertando.

Os vereadores do PSDB na Câmara de Salvador, Paulo Câmara e Jorge Jambeiro, que se dizem independentes e estavam inclinados a votar contra o projeto, anunciaram voto a favor. Câmara afirmou ao Bocão News que apesar de a bancada ter sido liberada pelo partido, eles estabeleceram algumas condições. Aceitas, eles devem votar a favor do projeto. Entre as condições, está o projeto de isenção de tributos municipais para creches e escolas comunitárias. “A minha sugestão foi acatada e já há o comprometimento de mandar o projeto de lei pra Câmara”, comemorou o vereador.

Segundo o próprio Paulo Câmara, o vereador Jambeiro também condicionou o seu voto ao comprometimento do estado em “construir a avenida 29 de março, implantar o transporte de massa na Paralela e divulgar amplamente quais empresas serão instaladas no Parque”.

Os vereadores do PSC também figuram como protagonistas do impasse sobre a votação do polêmico projeto do Parque Tecnológico. A sigla pertence à base de sustentação do prefeito João Henrique, mas os vereadores Adriano Meireles, Paulo Magalhães Jr., Alberto Braga e Heber Santana, até então se posicionavam contra o projeto de autoria do Executivo.

Há, inclusive, nos bastidores políticos a informação de que a bancada foi orientada a não comparecer à votação. Os referidos vereadores foram até convocados pelo chefe da Casa Civil, João Leão, para uma reunião em caráter de urgência. Passados alguns dias, nesta quarta-feira (13), a bancada do PSC está reunida para “definir a posição do partido, mas tudo indica que o clima é favorável”, afirmou um assessor do partido.

O vereador Paulo Magalhães Jr. afirmou ao Bocão News que uma reunião estava marcada para a noite desta terça-feira (12) para definir os rumos do partido nessa batalha. Como Paulo não compareceu ao encontro, ainda não sabe do acerto. Questionado sobre a possibilidade de os vereadores do PSC não comparecerem à sessão e se eximirem da responsabilidade de votar o projeto do Parque Tecnológico, o vereador deixou claro que “tudo vai depender da conversa do partido”.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar