Política

Em liberdade

[Em liberdade]
27 de Outubro de 2010 às 10:16 Por: Redação Bocão News
Foto: Pimenta na Moqueca

O Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) concedeu habeas corpus nesta terça-feira (26) a secretária do prefeito de Itabuna (Sul da Bahia), Suzana Andrade, de 29 anos. Ela estava presa desde o dia 23 de agosto acusada de matar o próprio marido, Alex Santos, 30, no dia 21 de novembro do ano passado.

Após nove meses de investigação, com a reconstituição da cena do crime e quebra do sigilo telefônico dos envolvidos, ela foi apontada como a principal suspeita. 
 
As investigações apontaram a existência de fortes indícios de que Suzana teria encomendado a morte do próprio marido. Na versão da acusada, o casal estava em casa, no Parque Verde, quando quatro homens entraram e assassinaram Alex. Na época ela contou que se escondeu no quintal da casa e por isso não teria visto o rosto dos homicidas. 
 
Mas segundo a polícia, a secretária matou o companheiro com dois tiros e simulou que o homicídio foi cometido pelos homens que teriam invadido a casa.
 
Suzana, que trabalha diretamente com o Capitão Azevedo, foi presa no Centro Administrativo Firmino Alves, sede da Prefeitura Municipal. Ela foi encontrada na ante-sala do prefeito. Em entrevista ao Pimenta na Moqueca, o advogado dela, Carlos Burgos, garantiu que sua cliente cumpre todos os requisitos para responder ao processo em liberdade e que não havia fundamentação para a prisão preventiva.
 
A prisão de Suzana foi determinada pela justiça, acatando pedido da delegada Sione Porto, que presidiu o inquérito.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar