Salvador

Blitz BNews: com estrutura precária, viadutos de Salvador apresentam risco a população

[Blitz BNews: com estrutura precária, viadutos de Salvador apresentam risco a população ]
29 de Setembro de 2018 às 16:45 Por: Adenilson Nunes/BNews Por: Yasmim Barreto

Durante uma blitz do BNews para verificar o estado físico dos viadutos da capital baiana, a reportagem identificou precariedades nos viadutos de Américo Simas e de Brotas, no Vale do Ogunjá. Infiltrações, rachaduras no concreto, grande quantidade de vegetação e desplacamento e ausência de guarda-corpos, são algumas características que as estruturas apresentam.  

O conselheiro e coordenador da câmara especializada de engenharia civil do CREA-BA, Leonel Borba, informou ao BNews que as estruturas estão apresentando uma consequência da falta de manutenção preventiva periódica.

‘’Esses elementos apresentam o estado de deterioração com desplacamento do concreto, rachaduras, infiltrações generalizadas, que resulta em umidade excessiva e isso atinge a corrosão das armaduras de concreto, porque quando não tem a drenagem suficiente há um acumulo de água como denota-se aí já com grande quantidade de vegetação devido a essa umidade e isso dá uma expansão do concreto e começa haver corrosão da armadura e isso vai comprometer a vida útil do equipamento’’.

O engenheiro civil ressalta a necessidade da vistoria nesses viadutos. ‘’É necessário que se faça uma vistoria mais apurada e comece a fazer a manutenção e recuperação dessa estrutura de concreto, porque com o tempo isso associado a outros elementos de uso pode vir a degradar muito mais e causar acidentes’’.

Além disso, Leonel alerta sobre os perigos para a população. ‘’A gente observa que tá comprometendo a segurança dos transeuntes, porque já não tem mais guarda-corpo em alguns locais e isso é um perigo, porque ali passam pessoas e qualquer desequilíbrio pode vir causar um acidente e até morte’’.

Ao BNews, a Superintendência de Obras Públicas (Sucop) informou que contratou a empresa LA Falcão Bauer para indicar e diagnosticar soluções técnicas ‘’para a recuperação estrutural e/ou requalificação de viadutos e pontes de Salvador’’. No entanto, a Sucop não respondeu sobre a frequência que é feita a manutenção dos viadutos, como a população pode sinalizar que um viaduto está em má condição e se o estado físico desses viadutos coloca em risco a vida das pessoas que passam por eles.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar