Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Salvador

Com salários atrasados há dois meses, cozinheiros do Roberto Santos ameaçam paralisar por tempo indeterminado

[Com salários atrasados há dois meses, cozinheiros do Roberto Santos ameaçam paralisar por tempo indeterminado ]
24 de Setembro de 2020 às 11:23 Por: Reprodução/ Governo do Estado Por: Aline Reis

Com salários atrasados há dois meses, funcionários da cozinha do Hospital Geral Roberto Santos (HGRS) paralisaram pontualmente às atividades na manhã desta quinta-feira (24), para reivindicar os pagamentos. 

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Refeições Coletivas e Afins no Estado da Bahia, Reginaldo Carvalho, mediou a negociação entre os profissionais e representantes do Estado e da terceirizada Sabore. “Ficou acordado que eles farão o pagamento até às 14 horas de hoje dos atrasados. Caso isso não aconteça, amanhã ninguém irá trabalhar”, declarou. 

Reginaldo disse ao BNews que a terceirizada vai buscar recursos próprios para quitar o débito, afirmando que o Estado não repassou o dinheiro até o momento. À reportagem, o gerente da Sabore afirmou que não tinha informações sobre o assunto.

Em nota, a Secretaria da Saúde realiza pagamentos mensais e consecutivos para todos que prestam serviço ao Hospital Geral Roberto Santos.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso