Salvador

Polícia Civil determina afastamento por 30 dias da delegada Maria Selma

Arquivo BNews

Ela é investigada por práticas delituosas durante a sua gestão 

Publicado em 25/02/2021, às 08h53    Arquivo BNews    Aline Reis

A Delegada-Geral da Polícia Civil da Bahia, Heloísa Campos de Brito, determinou o afastamento administrativo por 30 dias da delegada Maria Selma, investigada por práticas delituosas durante suas passagens pelas delegacias de Salvador. A decisão saiu no Diário Oficial do Estado (DOE), desta quinta-feira (25), e não trará nenhum prejuízo na remuneração da servidora.

De acordo com o texto, “evidenciou que existe o risco de que no exercício do cargo a servidora reitere nas práticas delituosas consubstanciadas no bojo da apuração. A servidora afastada, administrativamente, permanecerá, à disposição da Corregedoria da Polícia Civil, no período acima consignado”. 

Em nota, a Polícia Civil afirmou que afastamento da delegada "refere-se a um desdobramento decorrente da Lei Orgânica da Polícia Civil, para continuidade da apuração, em sede de processo administrativo disciplinar".

Maria Selma tirou licença premium em agosto do ano passado e retornaria para suas atividades nesta sexta-feira (26), no entanto, não será possível após a publicação da decisão no DOE.

Ao BNews a delegada disse que já esperava por isso e declarou que são “trâmites normais”. 

Em nota, a delegada Maria Selma, cuja defesa é representada pelos advogados Sérgio Habib e Thales Habib, esclareceu que o seu afastamento das funções pelo periodo de 30 dias ocorreu somente agora porque se encontrava de licença prêmio , na forma da legislação vigente , e que se trata de providência cautelar.

"Não se trata de punição nem, como dito, de reconhecimento de culpabilidade, mas apenas de medida meramente procedimental, continuando confiante nas instituições, tanto na Polícia Civil , quanto no Ministério Público e no Poder Judiciário, guardando a certeza de que tudo será esclarecido , culminando na comprovação da sua inocência com a improcedência das frágeis acusações e o  consequente arquivamento do feito", afirmou.

Leia também:

Delegada da Polícia Civil é exonerada do cargo de diretora em Salvador

Classificação Indicativa: Livre