Salvador

Projeto de requalificação da orla de Pituaçu deve ser concluído em agosto

Reprodução/ Google Street View

Foram encontradas algumas dificuldades técnicas durante a análise do local

Publicado em 25/07/2021, às 18h43    Reprodução/ Google Street View    Márcia Guimarães

O projeto de requalificação da orla de Pituaçu, que foi autorizado durante a gestão de ACM Neto (DEM), deverá ser concluído pela Fundação Mário Leal Ferreira (FMLF) em agosto. De acordo com a presidente da instituição, Tânia Scofield, foram encontradas algumas dificuldades técnicas durante a análise do local.

Ela citou que há três adutoras de água e um interceptor de esgoto passando na área, o que levou os especialistas a buscarem uma solução que fosse tanto funcional quanto agradável em termos urbanísticos, mas sem comprometer as redes existentes. 

A requalificação compreende o trecho entre a Boca do Rio e a Terceira Ponte, que corresponde a 3,6 km de extensão. “O princípio básico deste projeto é a conexão entre dois elementos importantes neste trecho: o Parque de Pituaçu e a orla marítima, além da integração com a área central existente hoje entre o viário (via). Esse projeto deverá ser um marco na requalificação deste trecho de orla”, afirmou Tânia em entrevista ao BNews neste domingo (25).

A presidente acrescentou que, para ter um espaço público de grande dimensão e dar um aproveitamento maior à área de lazer, a Fundação trabalhou com a relocação da via no sentido Barra/Itapuã. “Com isso, podemos integrar totalmente a área de orla à área central com a criação de um parque”, finalizou.

Em nota ao BNews, a Secretaria de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra) informou que após sua conclusão, o projeto entra na fase de captação de recursos e, posteriormente, a obra é licitada.

Classificação Indicativa: Livre