Salvador

Passageiros denunciam assaltos em ponto de ônibus da Estação Pernambués

Reprodução/Google Maps

De acordo com denunciantes, dupla tem realizado constantes assaltos na região

Publicado em 24/11/2021, às 18h51    Reprodução/Google Maps    Beatriz Araújo

Usuários do transporte público de Salvador têm enfrentado problemas com a segurança pública não só dentro dos coletivos, mas também nas paradas de ônibus. De acordo com denúncias ao BNews, o cenário de insegurança tem se repetido com frequência no ponto de ônibus da Estação Pernambués, que fica no sentido à Av. Paralela, em Salvador. 

Leia mais:
Homem é preso após assaltar ônibus em Coutos nesta quarta-feira (24)

Vídeo: Dupla comete assalto em ponto de ônibus do Shopping Bela Vista pela manhã

Conforme relatado por passageiros, um dos assaltos ocorreu na última quarta-feira (17), por volta das 8h, quando um homem, vestindo bermuda jeans e segurando um capacete, abordou diversas pessoas que aguardavam transporte público no local. Na ocasião, o suspeito estaria ainda acompanhado de um comparsa, que aguardava a bordo de uma motocicleta poucos metros antes do ponto de ônibus. 

“Ele saiu levando o celular um monte de gente que estava no ponto, fez um arrastão, a gente entrou em desespero. Depois passou a moto, ele subiu, e fugiu, não deu tempo de fazer nada, e a gente também com medo de reagir e eles atirarem”, relata uma testemunha, que preferiu não se identificar por motivo de segurança. 

Outra denúncia aponta que uma ação parecida foi realizada na última sexta-feira (19), também durante a manhã, quando um homem armado teria assaltado diversas pessoas na região das escadarias que dão acesso à Estação de Metrô Pernambués, sentido Av. Paralela.

“Quando eu cheguei, ele tinha acabado de assaltar, por pouco ele não me rouba também. Teve uma menina que ainda se recusou a dar o celular, aí um cara veio pilotando, ele subiu na moto e foi embora”, conta uma segunda denunciante.

As denúncias apontam ainda para a ausência de profissionais de segurança do metrô na região da passarela e das escadarias do local. Procurada pelo BNews, a assessoria de comunicação da CCR Metrô Bahia, responsável também pela administração das estações de metrô da capital baiana, afirmou que rondas estratégicas são realizadas na região.

A reportagem também entrou em contato com a assessoria de comunicação da Polícia Militar da Bahia (PMBA), que informou que a 35ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM) “realiza rondas 24 horas na região”, mas garantiu que irá intensificar o policiamento no ponto de ônibus em questão.

Confira as notas na íntegra:

“A segurança é um valor importante na cultura e gestão da CCR Metrô Bahia, que conta com investimentos e procedimentos que visam garantir a segurança dos clientes do sistema metroviário Salvador – Lauro de Freitas. O arcabouço é composto por rondas estratégicas e periódicas nos trens, estações de metrô, terminais de ônibus e passarelas de acesso realizadas por mais de 500 Agentes de Atendimento e Segurança (AASs) devidamente capacitados e equipados.

O sistema conta ainda com mais de 2 mil câmeras de monitoramento integradas ao Centro de Controle Operacional (CCO) e às Salas de Supervisão Operacional (SSO), permitindo o acompanhamento em tempo real das instalações sob gestão da CCR Metrô Bahia”.

“A 35ª CIPM, unidade que realiza o policiamento ostensivo nesta região, não foi solicitada para atender ocorrências desta natureza nesta localidade, portanto, além de informar que irá intensificar as rondas no ponto de ônibus diante dessas denúncias, a unidade orienta às testemunhas e vítimas a registrarem esses fatos na delegacia, pois a Polícia Civil é o órgão responsável pela investigação.

Ainda sobre a denúncia, houve chamados na frente do referido estabelecimento comercial sobre homens armados, mas foram infundados, já que quando a guarnição chegou no local identificou que tratava-se de pedintes. 

A 35ª CIPM realiza rondas 24 horas na região, operações e abordagens preventivas. É importante que a população acione imediatamente a Polícia Militar ao avistar algum suspeito ou ocorrência”.

Leia também:
Moradores de Castelo Branco denunciam toque de recolher imposto por traficantes de drogas

A Fazenda 13: Pai do filho de Sthe cede pressão e se posiciona nas redes sociais após ataques; confira

Professor de escola de Salvador é acusado de obrigar 37 alunos a se beijarem para ganhar pontos e dinheiro

Acompanhe o BNews também nas redes sociais através do Instagram, do Facebooke do Twitter.

Classificação Indicativa: Livre