Saúde

Médicos do Clériston Andrade ameaçam entregar cargos

Segundos os trabalhadores, a estrutura da unidade é precária

Publicado em 06/06/2013, às 11h55        Redação Bocão News (Twitter:@bocaonews)

Parece que a situação do Hospital Clériston Andrade, em Feira de Santana, chegou ao extremo, o que estaria forçando a saída dos médicos clínicos de emergência da unidade. Em uma carta aberta, os profissionais informam que vão entregar o cargo caso melhores condições de trabalho não sejam providenciadas.

O documento com as solicitações foi enviado para a direção do Hospital no dia 31 de maio. Segundo os médicos, a estrutura de atendimento do local é precária e o número total de profissionais é insuficiente.

Em contato com o site G1 Bahia, a direção do Hospital Geral informou que a carta foi encaminhada à Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) na terça-feira (4), via fax. A Sesab informou por meio da assessoria de imprensa que conhece as necessidades da unidade de saúde e que está tomando as providências para melhorar a assistência no local. 

Classificação Indicativa: Livre