Coronavírus

Cientistas identificam nova variante do coronavírus em Belo Horizonte

[Cientistas identificam nova variante do coronavírus em Belo Horizonte]
07 de Abril de 2021 às 20:55 Por: Gerd Altmann por Pixabay Por: Redação BNews

Cientistas detectaram uma nova variante do coronavírus em Belo Horizonte. O alerta foi feito pelo Laboratório de Biologia Integrativa do Instituto de Ciências Biológicas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e o Setor de Pesquisa e Desenvolvimento do Grupo Pardini.

Foi sequenciado pelos pesquisadores da UFMG e do Grupo Pardini, em colaboração com o Laboratório de Virologia Molecular da Universidade Federal do Rio de Janeiro e a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), 85 genomas de SARS-CoV-2 de amostras clínicas coletadas da região metropolitana de Belo Horizonte. Após o sequenciamento foi identificado dois novos genomas com uma coleção com várias mutações ainda não descritas,o que pode se caracterizar como uma nova variante de SARS-CoV-2.

Esse estudo aponta para um aumento gradual das variantes do vírus (P.1, P.2 e B.1.1.7) em Belo Horizonte, nas região metropolitana. Foram encontradas as linhagens P.1 (originada em Manaus), P2 (originada no Rio de Janeiro), B.1.1.28 (Amazonas), B.1.1.7 (britânica), B.1.1.143 (Caratinga), B.1.235 e B.1.1.94 desses 85 genomas sequenciados.

De acordo com o Grupo Pardini, as variantes P.1, P.2 e B.1.1.7 são mais transmissíveis por causa das mutações. Já amutação N501Y, que está presente nas linhagens P.1 e B.1.1.7, foi relacionada recentemente a um aumento no risco de morte em pessoas contaminadas no Reino Unido.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar