Coronavírus

'Nenhuma grávida em Salvador tomou vacina de Oxford', diz prefeito após recomendação da Anvisa

['Nenhuma grávida em Salvador tomou vacina de Oxford', diz prefeito após recomendação da Anvisa]
11 de Maio de 2021 às 09:57 Por: Gustavo Mansur/ Palácio Piratini Por: Redação Bnews

O prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), afirmou nesta terça-feira (11) que nenhuma grávida tomou a vacina da Aztrazeneca/Oxford na capital baiana. Segundo o gestor, todas tomaram a vacina da Pfizer. 

A orientação da Anvisa é que a indicação da bula da vacina AstraZeneca seja seguida pelo Programa Nacional de Imunização (PNI). A decisão é resultado do monitoramento de eventos adversos feito de forma constante sobre as vacinas contra a covid-19 em uso no país.

“O uso off label de vacinas, ou seja, em situações não previstas na bula, só deve ser feito mediante avaliação individual por um profissional de saúde que considere os riscos e benefícios da vacina para a paciente. A bula atual da vacina contra a covid-19 da AstraZeneca não recomenda o uso da vacina sem orientação médica”, ressaltou a Anvisa.

A vacina vinha sendo usada em gestantes com comorbidades. Agora, só podem ser aplicadas nas grávidas a CoronaVac e a Pfizer.

Matérias relacionadas:

Prefeitura de Salvador reabre cinemas, clubes sociais e espaços de convenções 

Bruno Reis estima chegada de cerca de 70 mil doses da CoronaVac até domingo (16)

Lactantes e pessoas de 38 anos com comorbidades poderão ser vacinadas em Salvador

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar