Coronavírus

Médicos e técnicos temem terceira onda ainda mais virulenta em SP, diz colunista

[Médicos e técnicos temem terceira onda ainda mais virulenta em SP, diz colunista]
20 de Maio de 2021 às 06:17 Por: Rogerio Santana/Governo do Rio de Janeiro Por: Redação BNews

Os dados sobre a covid-19 em São Paulo preocupam médicos e técnicos que defendem freio na nova flexibilização de medidas restritivas ensaiada pelo governador João Doria (PSDB), segundo a colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de São Paulo. 

De acordo com a publicação, eles temem que a terceira onda seja mais virulenta do que a verificada no começo do ano —já que partiria de um patamar muito maior de casos.

A coluna aponta que entre o fim de janeiro e o começo de fevereiro, no impulso da segunda onda, o número de internados em UTI ficou em um platô de 5.900 pacientes durante três semanas. Atualmente, está estacionado na média de 10 mil internados. De fevereiro a meados de março, o número de internados em UTIs dobrou e chegou ao pico de 12.961.

A publicação detalha que, se algo parecido acontecer nas próximas semanas, com um salto explosivo, os internados em tratamento intensivo podem ultrapassar em muitos milhares o pico atingido há dois meses.

Além disso, segundo projeções analisadas pelos médicos do comitê contra a covid-19 do governo de SP, as UTIs de Barretos e Araraquara, por exemplo, podem lotar em seis dias.
 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar