Justiça

Eleições OAB-BA: “Vivo da advocacia, essa é minha história, minha essência”, afirma Ana Patrícia Leão

[Eleições OAB-BA: “Vivo da advocacia, essa é minha história, minha essência”, afirma Ana Patrícia Leão]
06 de Outubro de 2021 às 18:40 Por: Shizue Miyazono e Lucas Pacheco

Um dos nomes já confirmados na disputa pela presidência da Ordem dos Advogados do Brasil seção Bahia (OAB-BA) é o da atual vice-presidente da seccional, Ana Patrícia Dantas Leão. Ela rompeu com o atual grupo, que depois acabou lançando a candidatura da advogada Daniela Borges.

Ana Patrícia é graduada em Direito pela Universidade Federal da Bahia (Ufba) e além de ter participado da gestão da OAB/BA, também integrou a equipe que geriu a Escola Superior de Advocacia Orlando Gomes, de 2013 a 2015, em Salvador. 

Em entrevista ao BNews, Ana Patrícia, que tem ganhado bastante adesão nos últimos dias, destaca suas principais propostas, como a luta pela reestruturação do Poder Judiciário e reativação de comarcas no interior. Também apontou que ela foi determinante para que as duas principais chapas na disputada sejam capitaneadas por mulheres, e que vive e ama a advocacia. Ressaltou que tem orgulho de ter Daniela Borges como adversária política, que tem muito respeito e admiração por Fabrício Castro e que seu grupo está fazendo uma campanha linda e com amor.

Os advogados que quiserem concorrer à presidência da OAB-BA têm até o próximo dia 25 de outubro para inscreverem suas chapas e participar do processo eleitoral que deve acontecer no dia 24 de novembro, das 09h às 17h. Serão eleitos membros do Conselho Seccional e de sua Diretoria, dos Conselheiros Federais, da Diretoria da Caixa de Assistência dos Advogados (CAAB) e das Diretorias das Subseções no interior. O mandato é para o triênio 2022-2024. 

Na última eleição, em 2018, mais de 31.000 advogados estavam aptos a compareceram nos 05 locais de votação em Salvador e nos 38 instalados nas 35 subseções do interior do estado. Fabrício Castro, atual presidente, foi eleito pela chapa Avança OAB com 63,1% dos votos (13.643), derrotando Gamil Föppel, da chapa Renova OAB, que obteve 36,9% (8.174).

Apenas os advogados que estiverem em dia com suas anuidades é que poderão votar. A regularização da situação financeira para tornar o profissional apto a participar do pleito só é permitida até 30 dias antes da data das eleições, de acordo com o Regulamento Geral do Estatuto da Advocacia e da OAB.

Confira a seguir a entrevista completa com Ana Patrícia Dantas Leão:

BNews: Quais serão as principais bandeiras de sua campanha?

Ana Patrícia Dantas Leão: Nossa primeira bandeira é a luta pela reestruturação do Poder Judiciário. Nós temos projetos. Alguns que já tinham sido elaborados no curso dessa gestão que sou vice-presidente, mas que não tiveram a acolhida que nós entendemos necessária. E outros que vamos apresentar. O nosso principal foco é reestruturar, lutar pela reestruturação do Poder Judiciário. 

BNews: Diversos advogados apontam uma falta de representatividade da entidade, diversos abusos cometidos pelo Judiciário e que a OAB se limita a notas de desagravo. O que é necessário ser feito pela entidade e o que a senhora propõe pra melhorar essa representatividade?

Ana Patrícia Dantas Leão: É o que nós temos dito muito. A OAB precisa ser mais ativa e menos repressiva. Essa é uma crítica que nós temos feito. E a OAB está a todo tempo cuidando, o desagravo é você cuidar de um advogado e de uma advogada que foi ofendida. Naturalmente que isso é importante, mas nós precisamos estar na frente, à frente, lutando para que essas violações deixem de acontecer. E, naturalmente, deixar de acontecer significa que a gente lute pela reestruturação do Poder Judiciário. Que tenhamos mais juízes, tenhamos mais servidores. Precisamos da reativação das comarcas que foram desativadas ao longo dos últimos anos. Nós precisamos que o cidadão baiano, ele possa ter acesso ao Poder Judiciário com qualidade e que a advocacia no estado da Bahia possa exercer a advocacia com respeito.

BNews: Um grupo de professores de Direito assinou um manifesto em apoio à chapa de Daniela Borges e isso teria sido por causa de uma declaração que a senhora teria dado em uma entrevista. Como a senhora acompanhou essa situação? A senhora se sentiu injustiçada?

Ana Patrícia Dantas Leão: Eu acho que foi feita uma leitura política e rasa da minha fala. Eu respeito e muito os professores, inclusive na nossa chapa nós temos muitos professores. Nós temos projetos e pautas para os professores. Os professores são muito desrespeitados, inclusive, no seu atuar. Com uma remuneração extremamente baixa. Então assim, os professores têm um olhar e um espaço no nosso projeto. Estamos em um ambiente político e foi feita uma interpretação muito rasa mesmo da minha palavra. Quem conhece a minha trajetória sabe que eu jamais desrespeitaria ou ofenderia um professor. Eu tenho uma história de luta, de respeito às pessoas. São anos advogando e advogando intensamente. E se tem uma coisa que aprendi ao longo dessa minha trajetória foi respeitar a dor do outro. Assim, eu respeito os professores. Os professores estão contemplados em nosso projeto. Eu sou uma advogada que vivo da advocacia, que ama a advocacia. Essa é minha história, essa é minha essência. Então, eu sempre tenho uma fala muito forte quando falo da necessidade de valorização da advocacia e lamento profundamente que a minha fala tenha sido deturpada. Lamento profundamente. E tenho a mais profunda convicção de que se as pessoas pudessem ouvir tudo o que eu disse e não apenas parte do que eu disse, teriam seguramente outra opção. Mas quero dizer também que eu tenho muito apoio de muitos professores. 

BNews:Há algumas semanas, a Comissão Eleitoral da OAB determinou a remoção de propagadas da sua campanha no Instagram. Isso acarretou em alguma mudança da abordagem de sua campanha?

Ana Patrícia Dantas Leão: Nada. Não mudou nada. Continua olhando pra frente, seguindo. A campanha que nós estamos fazendo é uma campanha linda, uma campanha de amor. Eu confesso que nem fico olhando pra campanha da chapa adversária. Eles que me olham. Eu fico olhando pra frente, tô seguindo, tô trabalhando, tô seguindo meu caminho. E se, porventura, a minha campanha tiver feito algo contrário, a gente retira, com todo respeito. Eu respeito demais a independência e a sabedoria das decisões da Comissão Eleitoral. 

BNews:As duas principais candidaturas nessa eleição estão sendo capitaneadas por duas mulheres. Como é que a senhora está vendo essa polarização feminina na disputa da presidência da OAB?

Ana Patrícia Dantas Leão:Eu não vejo uma polarização feminina. Eu vejo uma conquista feminina. Eu estou muito feliz. E, inclusive, eu disse isso quando houve o lançamento da candidatura de Daniela, que essa foi a minha primeira vitória. Porque tanto eu quanto Daniela fizemos parte de um grupo por nove anos e nós duas sabemos que se eu não tivesse saído e se eu não tivesse feito o lançamento do meu nome, nem eu e nem ela estaríamos protagonizando os debates da advocacia. Estaríamos nós duas carregando bandeira com nome de outro colega advogado. Então, essa foi a minha primeira de muitas vitórias. E eu tenho muito orgulho de ter como adversária política Daniela, que é uma colega que nós iniciamos juntas na OAB, eu conheço, eu respeito demais. Então, eu só estou vendo vitórias nesse caminho.

BNews: A senhora está como vice-presidente da OAB e tem como presidente Fabrício Castro. Como é que está a relação de vocês?

Ana Patrícia Dantas Leão: A nossa relação é boa. Muito boa. Nós temos uma relação muito respeitosa. Fabrício é uma pessoa que eu respeito muito. Ele consegue separar muito a questão do relacionamento. Ele é presidente e eu sou vice-presidente. Ele me trata com muito respeito. Eu também o trato com muito respeito. Tenho admiração por ele, pelo trabalho que ele fez. Da minha parte, para Fabrício e de Fabrício, só vão existir palavras de muito respeito e de muito apreço. Só. 

BNews:Independente dele está apoiando outra candidata?

Ana Patrícia Dantas Leão: Isso é política. Isso faz parte do processo político. Nós estamos em posições políticas diversas porque nós temos projetos políticos diferentes e porque nós temos visões diferentes para o futuro da advocacia. Mas, a diferença política não significa que não possamos e temos uma respeitosa relação pessoal. Fabricio é uma pessoa de muita qualidade.

BNews:Quer colocar mais alguma coisa que não tenha sido perguntada?

Ana Patrícia Dantas Leão: Eu quero falar que na próxima quinta-feira agora, dia 7, nós vamos ter o maior encontro da advocacia baiana, "Por Amor à Advocacia", no nosso estado, que nós temos certeza, eu e meu vice-presidente Carlos Tourinho, que é um gigante, nós temos a mais absolutamente certeza que vai ser antes e depois de quinta-feira. Nada mais será como antes porque advocacia baiana vai sentir orgulho no encontro que nós estamos organizando. Eles vão sentir muito orgulho e, sobretudo, eles vão se sentir parte desse projeto. Porque é nosso objetivo que a advocacia, que cada advogada, cada advogado resgate o orgulho de ser advogado. Porque quando começamos, nós temos tanto orgulho e as dificuldades e a precariedade do Poder Judiciário têm tirado esse brilho de cada profissional, a ponto de muitos desejarem desistir. E o que nós estamos buscando nessa caminhada, mais do que um resultado eleitoral positivo, é devolver, é encantar os desencantados. É resgatar todo nosso amor e toda nossa paixão pela advocacia. Então, dia 7 será um dia histórico para advocacia baiana. 

Leia também:

Com eleições em novembro, OAB-BA prepara votação e os primeiros nomes para disputa iniciam articulações

Eleições OAB-BA: Pré-candidata à presidência, Daniela Borges destaca protagonismo feminino na disputa e cita desafios da advocacia baiana

Atual vice-presidente da OAB-BA lança candidatura à presidência do órgão após Fabrício Castro desistir da reeleição

Alice Cintra retira candidatura e decide apoiar Ana Patrícia Dantas na eleição da OAB-BA

Ex-candidato à presidência da OAB-BA, Gamil Foppel declara apoio a Ana Patrícia e Tourinho


 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar