BNews Agro

De 2019 para 2020, valor gerado pela agricultura baiana teve aumento de 41%; maior em 26 anos

[De 2019 para 2020, valor gerado pela agricultura baiana teve aumento de 41%; maior em 26 anos]
22 de Setembro de 2021 às 21:25 Por: Agência Brasil Por: Redação BNews

Entre os anos de 2019 e 2020, o valor da produção agrícola baiana apresentou seu maior crescimento em 26 anos (+41,9%), chegando a R$ 27,5 bilhões, um recorde desde 1994, ano de implementação do Plano Real. As informações são da pesquisa da Produção Agrícola Municipal (PAM), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgadas nesta quarta-feira (22). Na última terça (21), a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), divulgou o 3º Levantamento da Safra 2021 de café, com previsão de que o Brasil produza aproximadamente 46,9 milhões de sacas.

Segundo os dados, além de ter havido incremento nas safras de diversos produtos, favorecidas por boas condições climáticas, o avanço significativo no valor gerado pela agricultura foi impulsionado, sobretudo, pelo aumento dos preços, em função da desvalorização do Real frente ao dólar e do crescimento da demanda.

Leia também: 

Campanha nacional será lançada para estimular consumo de leite no Brasil

Programa de dessalinização ajuda a levar água potável para 60 mil famílias no Semiárido baiano

Foi percebido também que em 2020 houve ganhos expressivos para a produção agrícola em quase todo o país. No Brasil, o valor gerado também foi recorde: R$ 470,5 bilhões, 30,4% maior do que o de 2019. Houve avanços do valor da produção em 25 das 27 unidades da Federação, 23 destes foram crescimentos de dois dígitos. 

O aumento absoluto do valor gerado pela agricultura na Bahia, frente a 2019, foi de R$ 8,1 bilhões, o 6o maior do país. Mato Grosso (mais R$ 20,9 bilhões), Paraná (+R$ 19,2 bilhões) e Minas Gerais (+R$ 13,3 bilhões) lideraram nesse indicador, enquanto Rio Grande do Sul (menos R$ 2,8 bilhões) e Amazonas (menos R$ 86,5 milhões) foram os únicos estados onde houve queda, entre 2019 e 2020.

Ainda de acordo com o IBGE, diante de resultados positivos disseminados, a expressiva taxa de crescimento na Bahia (+41,9%) foi apenas a 8ª mais intensa do país. Tocantins (+73,0%), Roraima (+60,8%) e Maranhão (+56,7%) tiveram os maiores avanços em termos percentuais.

Embora o desempenho positivo tenha feito a Bahia ganhar participação no valor gerado pela agricultura brasileira, de 5,4% em 2019 para 5,8% em 2020, o estado acabou perdendo uma posição, de 7º para 8º maior valor agrícola do país, superado por Mato Grosso do Sul, cuja agricultura gerou R$ 29,6 bilhões em 2020.
Mato Grosso (R$ 79,209 bilhões, 16,8% do total) manteve-se o líder do ranking estadual de valor gerado pela agricultura, em 2020. São Paulo (R$ 68,013 bilhões, 14,5%) continuou na 2a posição e, em 3o lugar ficou o Paraná (R$ 59,853 bilhões, 12,7%), superando o Rio Grande do Sul.

Matérias relacionadas:

Resistente à seca, capim Massai é alternativa para diversificação de pastagens no interior da BA
 


 

Classificação Indicativa: Livre


Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar