Artigo

Razão da bofetada

Arquivo pessoal

Cena aconteceu durante a premiação do Oscar

Publicado em 28/03/2022, às 10h58    Arquivo pessoal    José Medrado

O tal glamour da premiação do Oscar teve uma cena, ao que se divulgou, única:  Will Smith subiu ao palco da cerimônia e deu um tapa no rosto de Chris Rock após o comediante fazer uma piada sobre Jada Pinkett Smith. Chris apresentava a categoria Melhor Documentário. O humorista brincou com diversos convidados presentes, mas Will perdeu as estribeiras quando o astro comparou sua mulher, Jada, à personagem de Demi Moore em 'Até o limite da honra', que tinha a cabeça raspada. A piada causou um momento de desconforto na plateia, já que Jada tem o cabelo raspado não por escolha, mas por sofrer de alopecia, uma doença autoimune que causa perda de pelos em todo o corpo. A atriz compartilha há algum tempo como convive com essa condição. Pessoa alguma colocará em dúvida que a piada foi infame e violenta, uma vez que a esposa de Will tem falado muito sobre a sua dor, pelas redes sociais. Por outro lado, no entanto, não há de se celebrar, congratular a atitude também violenta do astro vencendo do Oscar. 


Diante da mundial repercussão, tive a curiosidade de avaliar até que ponto a atitude do ator foi condenada, mas qual foi a minha surpresa: a grande maioria dos comentários foi favorável, dando razão a Will Smith pela violência, o pior mulheres elogiaram e pontuaram, em grade número, que estaria “faltando homens como ele”. Triste, muito triste mesmo vermos uma sociedade aplaudindo e tendo como virtude uma agressão que, em verdade, não evidencia amor, cuidado, proteção alguma e, sim, um descontrole muito grande diante de um problema. A bofetada foi apenas um funil da situação seguramente sem domínio que está afetando, talvez, toda família Smith. Em o momento que se opta para revidar o mal com violência, ela passa a ser conduta que tenta restabelecer os primórdios da sociedade civilizada. É retrocesso. É preponderância da incapacidade de se estabelecer recursos efetivos de direitos e deveres na vida de relacionamento. 

Leia mais:

Will Smith pode perder o Oscar por tapa em Chris Rock? Entenda o caso


A violência cria uma instabilidade social, geradora de medo na vida. Sem falar, claro, a já sabida e decantada perda de razão por parte do agressor e a evidenciação da falência das instituições públicas, principalmente a educação e a segurança. Você poderá me questionar, agora, caro leitor(a), mas isto foi nos Estados Unidos, com um americano, mas, infelizmente, os exemplos hoje colocados nas redes sociais são estimuladores,  imitados para o bem ou, in casu, para o mal, principalmente com tantos apoios a atitude por parte das mulheres. Não faltarão homens querendo fazer a sua aparição de final de semana, em mesmo tipo de deprimente cena. 

Classificação Indicativa: Livre