BNews Agro

Bahia Farm Show: Abapa pretende exportar algodão pelo Porto de Salvador

Ilustrativa / Freepik
A Abapa apresentou um estudo analisando alternativas logísticas para exportação pelo Porto de Salvador  |   Bnews - Divulgação Ilustrativa / Freepik
Emilly Giffone

por Emilly Giffone

[email protected]

Publicado em 15/06/2024, às 18h09



A Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa) aproveitou a Bahia Farm Show para discutir estratégias que possibilitem a exportação do algodão pelo Porto de Salvador. Durante a feira, a instituição se reuniu com a MSC, Wilson Sons e o Tecon – terminal portuário de Salvador para alterar a rota e assim reduzir a dependência do Porto de Santos.

O objetivo é exportar o algodão do Nordeste brasileiro direto para a Ásia, através do Porto da capital baiana. Com essa possibilidade, o percurso de transporte da fibra reduziria de 1.600 km para 900 km.

O presidente Luiz Carlos Bergamaschi ressaltou que tal estratégia precisa tornar a operação viável em relação aos custos, para justificar a mudança. “Nós temos produto, transporte, tradings, todos reunidos em um só destino, uma só via, vamos unir os esforços e buscar a viabilização desta operação logística”, afirmou ele.

A Abapa apresentou um estudo em que analisa alternativas logísticas para a mudança da exportação e mostra redução de custo na exportação feita por Salvador. Entretanto, existe uma desvantagem no custo do frete marítimo comparado com a rota atual para a Ásia, passando pela Europa.

“É este diferencial que precisa ser revisto para viabilizar a exportação por Salvador. Então, é fundamental que as tradings entendam a importância de utilizarmos mais este porto. A maioria dos produtores vê com bons olhos a nova rota, mas ainda é preciso um alinhamento com as tradings que negociam o algodão”, explicou a vice-presidente Alessandra Zanotto.

Classificação Indicativa: Livre

FacebookTwitterWhatsApp