BNews Agro

PT entra com ação no STF para garantir auxílio a agricultores familiares

Divulgação/Ministério da Agricultura

A legislação, aprovada no ano passado, prevê um auxílio de R$ 2,5 mil a R$ 3,5 mil para agricultores familiares

Publicado em 05/05/2022, às 16h48    Divulgação/Ministério da Agricultura    Redação BNews

O Partido dos Trabalhadores (PT) protocolou uma Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o governo federal por não executar a Lei Assis de Carvalho 2. A legislação, aprovada no ano passado, prevê um auxílio de R$ 2,5 mil a R$ 3,5 mil para agricultores familiares em situação de pobreza ou extrema pobreza, em razão da pandemia de Covid-19.

No texto, o partido pede que o STF dê o prazo de 72 horas para que o Executivo “assegure a aplicação dos recursos definidos na lei nº 14.275, de 23 de dezembro de 2021 (lei Assis Carvalho), bem como para garantir a eficácia e vigência de todas as diretrizes estabelecidas no seu texto”.

O partido também requer que o STF estabeleça o mesmo prazo para que o Ministério da Economia crie um grupo de especialista com o objetivo de traçar um plano nacional para coordenar o Programa de Atendimento Emergencial à Agricultura Familiar (PAE-AF).

Leia também:

O programa também está previsto na lei Assis de Carvalho 2 e tem a finalidade de promover a aquisição de alimentos dos agricultores familiares. De acordo com a lei, esses produtos serão destinados a pessoas em situação de insegurança alimentar.

A ação foi distribuída para o ministro Edson Fachin. No entanto, ainda não foram feitos despachos e nenhuma decisão sobre o caso foi tomada.

Siga o BNews no Google Notícias e receba as principais notícias do dia em primeira mão.

Classificação Indicativa: Livre