BNews Folia

Lei é o que espera mototaxistas, diz Aleluia

Roberto Viana

Secretário municipal de Urbanismo e Transportes avisou que atividade será coibida no Carnaval

Publicado em 05/02/2013, às 05h56    Roberto Viana    Lucas Esteves (Twitter: @lucasesteves)

O secretário municipal de Urbanismo e Transportes da prefeitura de Salvador, José Carlos Aleluia, declarou na coletiva de apresentação da estrutura da Prefeitura de Salvador para o Carnaval que os mototaxistas que atuam na festa terão a Lei a esperar por eles este ano. Aleluia disse com todas as letras que a ação dos trabalhadores de duas rodas será coibida durante a folia, que começa esta semana.
“Aos mototaxistas daremos a Lei. Eles não são regularizados e, portanto, não podem realizar nenhum serviço de transporte. Quando um dia houver uma lei municipal que regularize o trabalho deles, aí sim colocaremos estes profissionais na nossa estrutura”, avisou o secretário. Há um esquema de organização montado entre a Transalvador, secretarias e Gerência de Táxis que regulariza a atuação dos carros, mas não há nada para as motos.
Caso resolva levar sua declaração ao pé da letra, Aleluia deverá dar aos fiscais da prefeitura um trabalho infernal. Altamente móveis, os mototaxistas preferem se localizar em pontos de ônibus e ligações entre os circuitos, mas podem estar em qualquer local na Carnaval. Às centenas, os motoqueiros de transporte teriam grande facilidade de driblar a fiscalização e até mesmo de fugir de um eventual flagrante ou apreensão de veículo.

Publicada no dia 04 de janeiro de 2013, às 14h11

Classificação Indicativa: Livre