Olimpíadas

Medalhista de ouro, baiano Hebert Conceição é recebido com festa no aeroporto de Salvador

Dinaldo Silva/BNews

Boxeador foi recepcionado ao som da canção "Madiba", do Olodum, usada por ele nas entradas das suas lutas

Publicado em 13/08/2021, às 12h29    Dinaldo Silva/BNews    Redação BNews

Após ganhar a medalha de ouro nas Olimpíadas de Tóquio, o boxeador baiano Hebert Conceição chegou a Salvador, na manhã desta sexta-feira (13).

O atleta foi recebido no aeroporto ao som da canção "Madiba", do Olodum, usada por ele nas entradas das suas lutas nos Jogos Olímpicos.

"É muito gratificante ser recebido com o carinho do povo baiano e do povo brasileiro. Que bom que eu consegui retribuir esse carinho lá em Tóquio", disse o medalhista em entrevista à imprensa. "Essa música me incentivou bastante e me ajudou muito nessa conquista. Estou muito feliz" completou.

Familiares, vizinhos e admiradores esperavam o atleta no saguão do aeroporto com faixas e cartazes em homenagem ao boxeador.


Foto: Dinaldo Silva/BNews

Luta

Na chegada, Hebert falou sobre a conversa que teve com seu técnico antes do decisivo terceiro round contra o adversário ucraniano, que garantiu a medalha de ouro. Naquele momento, o brasileiro perdia o embate.

"A gente sabia que estava perdendo a luta. Foi me passado isso no final do segundo round. Eu só tinha três minutos para poder reverter a situação, fui para o tudo ou nada. Mesmo se tivesse tomado nocaute, eu não perderia nada pois estava perdendo na pontuação", comentou.


Foto: Dinaldo Silva/BNews

"No momento em que ele veio com muito ímpeto, eu consegui acertar um cruzado e consegui nocautear", relembrou. 

Paris-2024

Questionado sobre se pretende estar nas Olimpíadas de Paris, em 2024, Hebert afirmou que o momento agora é de descansar, para depois pensar no futuro.

"Tenho um contrato com a confederação ainda. Vou ver o que vou fazer pela frente. Agora não quero tomar nenhuma decisão. Primeiro quero descansar para depois tomar a melhor decisão", disse.

Para disputar os Jogos da França, o boxeador não poderia se profissionalizar, como fez o também medalhista de ouro baiano Robson Conceição, que agora sonha com o título mundial da modalidade.

Aglomeração

Logo após a vitória na final olímpica, o baiano fez um pedido para que não houvesse aglomeração no seu desembarque em Salvador. Muitas pessoas, no entanto, estiveram na recepção do campeão. 

Já no aeroporto, ele reforçou o pedido: "sem aglomeração". Com a maioria utilizando máscaras, porém, Hebert foi carregado nos braços dos presentes, ao som de "Madiba" e do hino do Bahia.

Leia também:

Cria de 7 de Abril, medalhista de ouro Hebert Conceição tentou futebol e MMA antes do boxe

Perrengue e fé: TV da família de Hebert falha antes da luta e mãe se apega à santa

Torcedor do Bahia, Hebert Conceição vai à final e garante pelo menos a prata no boxe nas Olimpíadas

'É Brasil, é Bahia, é Salvador': Hebert Conceição vence luta, avança à semi e garante 1ª medalha baiana

Após garantir medalha, Hebert Conceição diz: 'Eu mereço pra c******' e manda recado à nação tricolor

Boxeador baiano, Hebert Conceição vence chinês e avança para as quartas de final

Boxeador baiano, Hebert Conceição estreia nesta quinta (29) nas Olimpíadas

Rui celebra medalha de Hebert e Robson Conceição rebate: 'De Salvador pro mundo, mesmo sem apoio'

Classificação Indicativa: Livre