BNews Pet

Gatinho com condição especial começa a usar band-aid na cabeça e fica ainda mais fofo

Arquivo Pessoal

A condição especial do filhote é o que torna ele “diferente” dos demais

Publicado em 06/08/2022, às 11h41    Arquivo Pessoal    Redação BNews

Um gatinho chamado Otter, e sua irmã Bunny, foram resgatados e acolhidos por um homem no norte da Califórnia, Estados Unidos. Mas, depois de um tempo, o rapaz percebeu que os felinos eram “diferentes” e decidiu transferir eles para o Baby Kitten Rescue, que recebe animais resgatados.

Os bichanos não conseguiam se locomover muito bem, isso porque Otter não tem alguns dos dedos em suas patas dianteiras, e Bunny está faltando ambas as patas dianteiras. Mas eles também tinham outros problemas, como doença respiratória. Além disso, Caroline Grace, a diretora do Baby Kitten Rescue, notou que a cabeça e o rosto de Otter pareciam diferentes de um gatinho típico de sua idade.

“Ele tinha uma testa muito grande e olhos grandes e esbugalhados. Otter também tinha o que parecia ser um abscesso no topo da cabeça. Ele recebeu antibióticos para o 'abscesso', mas não desapareceu”, disse Caroline ao The Dodo.

Após uma consulta com um neurologista descobriu-se que o gatinho tem hidrocefalia e meningocele. O abscesso no topo de sua cabeça é na verdade uma parte exposta de seu crânio. Quando o bichano tiver um ano de idade, ele fará uma cirurgia para implantar uma placa sobre a abertura do crânio.  "É por isso que Otter usa um Band-Aid", disse Caroline. “E é também por isso que ele usa um capacete para proteger seu cérebro”.

Veja:

gato
Arquivo Pessoal 

Apesar de suas deficiências, os filhotes não perderam a alegria e estão amando a vida com sua mãe adotiva. Além disso, o band-aid passou a ser uma parte importante no visual de Otter, pois ele fica ainda mais fofo.

Siga o TikTok do BNews e fique por dentro das novidades. 

Classificação Indicativa: Livre