BNews Folia

Neto sai em defesa de Kannário, faz comparação com Ivete e dispara: "Qual o problema? Pelo Amor de Deus"

[Neto sai em defesa de Kannário, faz comparação com Ivete e dispara:
02 de Março de 2019 às 14:27 Por: Bruno Luiz Por: Bruno Luiz e Caroline Gois0comentários

O prefeito ACM Neto (DEM), em coletiva realizada na manhã deste sábado (2), saiu em defesa do cantor e deputado federal Igor Kannário, que se envolveu em uma polêmica neste Carnaval.  O artista desfilou fantasiado de policial militar. No entanto, o brasão no braço do parlamentar estava escrito o nome “Comando da Paz”. Comando da Paz, conhecida como CP, é uma facção criminosa que atua, principalmente, na Região Metropolitana de Salvador. Por conta disso, o deputado estadual Capitão Alden (PSL) declarou que acionará o Ministério Público (MP) contra Kannário (DEM). Alden afirma que Kannário se apresentou nesta sexta-feira (1º), em um trio sem cordas na Barra, com o nome de uma facção criminosa estampado no braço. 

"Qual é o problema do deputado Igor Kannário que não estava no trio elétrico como deputado. O deputado fica no Congresso Nacional. Ele estava lá como cantor e qual o problema que tem o cantor Igor Kannário desfilar com uma fantasia que homenageia a polícia, ele me contou isso antes. Ele conversou comigo isso e me disse: 'Olha Neto, eu quero levar uma mensagem de paz. Quero levar uma mensagem de ter tranquilidade nas ruas e quero fazer uma homenagem à Polícia'. Qual é o problema?", afirmou Neto.

O prefeito, na oportunidade, ainda comparou a situação caso a artista tivesse sido Ivete Sangalo. "Se Ivete Sangalo saísse fantasiada de Polícia alguém ia fazer o questionamento que estão fazendo de Kannário? Pelo amor de Deus. No passado diziam que ele incitava a violência. Agora, o cara vaiu lá e faz tudo certo , levam uma mensagem de paz e é criticado. Me perdoem. Não vou entrar nesta polêmica. Não sou advogado de defesa de Igor Kannário", disparou. 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas