Cidades

Servidores de Centro de Atendimento Socioeducativo cruzam os braços

Além do Case de Salvador, funcionários de Feira de Santana e Camaçari também aderiram ao protesto

Publicado em 14/12/2015, às 11h00    Leitor do Bocão News    Redação Bocão News (Twitter: @bocaonews)

Em protesto na manhã desta segunda-feira (14), servidores do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) do bairro de Tancredo Neves, em Salvador cruzaram os braços. De acordo com a categoria, o SJDH e Fundac se recusam a negociar a pauta de reivindicações dos trabalhadores.
Juntamente com os trabalhadores da unidade de Camaçari e Feira de Santana, eles reivindicam a regulamentação do cargo de agente de segurança socioeducador; aposentadoria especial; reconhecimento da socioeducação no sistema EAD do Ministério da Justiça; transparência econômica, verbas utilizadas no sistema socioeducativo e porte de arma para agente de segurança socioeducador.
Segundo a categoria, na manhã desta segunda, alguns menores tentaram fugir da unidade da capital baiana, mas acabaram sendo surpreendidos pelos servidores.

Classificação Indicativa: Livre