Cidades

Sem apoio financeiro, Ilê Aiyê fecha projetos sociais

"Sem projeto de apoio, não tem como você pagar professores. Já estamos devendo mais de quatro meses", disse o presidente da entidade

Publicado em 07/02/2017, às 09h46    Paulo M. Azevedo // Bocão News    Aparecido Silva

Dois projetos sociais do bloco afro Ilê Aiyê estão fechando as portas. A informação foi passada nesta terça-feira (7) pelo fundador e presidente Antônio Carlos dos Santos, conhecido como Vovô do Ilê. 

"Estamos fechando o projeto social do Ilê Aiyê. Estamos suspendendo as atividades da Escola Mãe Hilda e da Band'erê", disse o gerente em entrevista ao apresentador Zé Eduardo, na Metrópole FM.

Os dois projetos atendiam crianças que participavam de atividades educacionais e culturais nos turnos matutino e vespertino. 

"Sem projeto de apoio, não tem como você pagar professores. Já estamos devendo mais de quatro meses aos professores. Vamos ter que suspender, infelizmente", lamentou o presidente.

A estrutura da escola referida conta com quatro salas de aula, sala de professores e coordenação, sala de direção, secretaria, biblioteca, laboratório de informática, almoxarifado, cozinha, quatro sanitários, além de pátio coberto.

Classificação Indicativa: Livre