Cidades

Sento Sé: Justiça quer saber se prefeito está no cargo

Foto: Divulgação

Publicado em 24/01/2013, às 12h43    Foto: Divulgação    Redação Bocão News (Twitter: @bocaonews)

A situação política na cidade baiana de Sento Sé, no Norte da Bahia, está tão complicada que nem mesmo a Justiça sabe o que está acontecendo. Cassado no último mês de dezembro, o prefeito reeleito Ednaldo Barros (PSDB) agora está sendo “procurado” pela desembargadora Ivete Muniz, do Tribunal de Justiça da Bahia.
A magistrada enviou um ofício via fax à Câmara de Vereadores de Sento Sé perguntando ao presidente da Casa, Moaci dos Santos, se o prefeito está ou não exercendo suas funções normalmente na sede do Poder Executivo. A correspondência foi emitida na última terça-feira (22) e, segundo a desembargadora, a solicitação da informação ocorre para “fins de celeridade”.
O desejo da Justiça é saber se foi cumprida a ordem de cassação de dezembro último, emitida após o recesso do TJ, no último dia 8. O prefeito foi cassado por não ter perfurado poços artesianos mesmo havendo contrato de R$ 237 mil com a Codevasf. Ele tem 15 dias para recorrer e disse que, por conta disto, continuará a exercer o mandato normalmente. Barros está há voltas na Justiça há anos e já teve até prisão solicitada pelo Ministério Público em 2011.

Classificação Indicativa: Livre