Cidades

Prefeito veta construção de hospital municipal na previsão orçamentária de 2023

Divulgação/Prefeitura de Feira de Santana

A decisão foi publicada numa edição especial do Diário Oficial de Feira de Santana juntamente com outros vetos previstos para o próximo ano

Publicado em 28/07/2022, às 11h06    Divulgação/Prefeitura de Feira de Santana    Redação

O prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins Filho, vetou a construção do Hospital Municipal para 2023, obra já aprovada pelos vereadores da cidade com previsão orçamentária de 50 milhões. A decisão foi publicada, junto com outros vetos na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), numa edição extra do Diário Oficial do município dessa quarta-feira (27). Essa lei é usada como parâmetro para elaboração do orçamento anual das prefeituras, com metas e prioridades.

De acordo com o Blog do Velame, o prefeito alegou que a construção do hospital está prevista para o ano de 2024 e por isso, o veto mesmo tendo sido aprovado pelos vereadores no mês passado. “Trata-se de um compromisso previsto no PPA para o exercício de 2024, portanto não devendo ser relacionado nas prioridades de 2023", declarou.

Os outros projetos vetados pela prefeitura após aprovação da Câmara de Vereadores para o exercício do próximo ano foram: a promoção de políticas públicas para cidadania no trânsito e a inclusão social através de cursos e serviços; A promoção de políticas públicas em favor das minorias sociais; O enfrentamento ao racismo e reparação de suas consequências, com especial atenção às comunidades quilombolas; A priorização dos direitos sociais da mulher no combate a qualquer forma de violência, desburocratizando o acesso aos aparelhos públicos e facilitando o acolhimento emergencial.

A edição extra do Diário também trouxe as prioridades da prefeitura para o próximo ano. São elas: a oferta de serviços públicos com qualidade nas áreas da saúde, educação, cultura, infraestrutura, assistência social, esporte, lazer e mobilidade urbana; O combate à pobreza com inclusão social e redução das desigualdades; O aperfeiçoamento dos serviços de coleta e tratamento de resíduos sólidos, esgotamento sanitário, iluminação, pavimentação e segurança pública.

Siga o Tiktok do BNews e fique por dentro das novidades.

Classificação Indicativa: Livre