Na Sombra do Poder

Na Sombra do Poder: Os valetes e as Damas de Bruno Reis

[Na Sombra do Poder: Os valetes e as Damas de Bruno Reis]
31 de Dezembro de 2020 às 05:00 Por: BNews Por: Editoria de Política

Um dos fatos políticos mais esperados da semana foi o anúncio do novo secretariado de 2021. Com caras novas e peças antigas que mudaram de posição, eis que o baralho de Bruno está posto. A NSP separou alguns Valetes e Damas para a última edição de 2020, mas não se preocupem que em 2021 o jogo continua e vocês conhecerão mais cartas desse tabuleiro. 

Valete de Ouro: Fabrizzio Muller, indicado pelo ex-deputado federal José Carlos Aleluia para a Transalvador, virou fiel escudeiro do prefeito ACM Neto sendo cooptado por Bruno Reis. Agora na Semob, ele é considerado na gestão um valete ouro.  Resta saber se o ex “aleluiense” terá o mesmo desempenho na Semob. 

Valete Prata: Marcus Passos. Indicado através do deputado Paulo Camara pulou do barco dos tucanos e foi para o time dos menudos, passou pela Semop, Limpurb e voltou para Semop. Cota pessoal do prefeito eleito é considerado um valete prata. 

Valete Ouro: Fábio Mota. Antigo correligionário do PMDB, é coringa, joga em todas as secretarias que colocar, hoje é totalmente do time de ACM Neto. Considerado um valete de ouro.  

Valete Prata:  Isaac Edington. Indicado pela família do quase ex-prefeito ACM Neto, Edington fez um bom trabalho, se manteve no cargo, mas é considerado um valete prata. 

Dama de Ouro:  Ana Paula Matos. Chegou na gestão como cargo técnico. Assumiu funções estratégicas nas secretarias de Educação; Promoção Social; Prefeitura-Bairro e se tornou a “menina de ouro” do Palácio Thomé de Souza. Na pandemia se destacou e teve o nome cotado para ser vice de Bruno Reis. Ficará com a missão de comandar a secretaria de Governo e hoje é tida como o cérebro da gestão. Dama de Ouro. 

Dama de Ouro: Bruno Reis foi buscar no Rio de Janeiro a carta na manga para substituir Paulo Souto, que diga-se de passagem, pegou a prefeitura quebrada e entregou organizada. Giovanna Victer é gestora pública federal e  preside o Fórum Nacional de Secretários de Fazenda e Finanças da Frente Nacional de Prefeitos. A considerada Dama de Ouro desembarcou em solo soteropolitano para comandar a Secretaria da Fazenda, mas precisa mostrar serviço. 

Saem os menudos e entram os valetes 

A gestão de Bruno Reis não terá mais aqueles antigos menudos de preto, vezeiros, da época de ACM Neto. Os novos valetes vão tomar conta do jogo empresarial da cidade e mudarão as relações com diversos segmentos. Se os menudos estavam acostumados a mandar e desmandar, não terão vida fácil. A conferir! 

Andar com fé eu vou ...
Que ACM Neto é um homem de fé, isso todo mundo sabe. Mas, o flagra da NSP mostra o quanto o prefeito por mais 24 horas, está apegado e fervoroso às questões divinas. Seja para agradecer os oito anos de gestão ou para almejar o  salto do Tomé de Souza ao Palácio de Ondina, uma coisa é certa, Neto vai “andar com fé” nos quatro cantos da Bahia, afinal, já dizia Gil, “ a fé não costuma faiá”. 

Tudo em casa
Anunciada como presidente da Fundação Cidade Mãe, a assistente social Isabela Argolo é casada com o vereador Ricardo Almeida (PSC). O mais contemplado do partido na gestão de Bruno Reis teve um ótimo desempenho nas urnas e foi um dos poucos a aumentar a votação em relação à eleição de 2016. Quem não gostou nada dessa solução caseira foi Lorena Brandão. Perdeu nas urnas e ainda não teve espaço na equipe do prefeito eleito.

Salve-se quem puder 
Não passou despercebido o apelo de Felipe Lucas minutos depois do anúncio do secretariado de Bruno Reis. Ele, que não se elegeu e ficou na segunda suplência, contava com um empurrãozinho do prefeito eleito para garantir uma cadeira na CMS, tal como aconteceu com Palhinha, com a ida de Kiki para  Sempre. E agora, quem salvará Felipe Lucas?  Já Palhinha, beneficiado com o novo secretariado, tratou logo de ir às redes sociais elogiar Bruno Reis. 

 

Mau exemplo 
Quem não tá dando bom exemplo de combate á Covid-19 é o prefeito de Vera Cruz, Marcus Vinicius, flagrado sem máscara pelas ruas da cidade. Além do mais, dizem que por lá, as ilhas estão liberadas. 

Sombra e água fresca 
Jurandy Oliveira (PRP), de 81 anos, o deputado estadual mais velho da Bahia está mesmo fazendo jus ao cumprimento da quarentena. A foto diz tudo. Deitado na rede, ele apareceu na sessão virtual da AL-BA. Que vida boa, heim deputado!

Goela abaixo do cacique litorâneo 
O ex-prefeito e atual eleito da pequena Mata de São João, João Gualberto, conseguiu a contra gosto de todos demais tucanos emplacar o seu “recruta” Marcelo Oliveira na Secretaria de Educação de Salvador. Contrariando as demais lideranças tucanas, a exemplo de Adolfo Viana, Jutahy, Paulo Câmara e Imbassahy, ele empurrou “goela abaixo” do prefeito eleito Bruno Reis a bendita nomeação do seu pupilo. Até familiares e amigos de Gualberto foram contra, mas ele passou por cima de todos. Fato é, o clima no ninho tucano não ficou nada bom após a imposição do cacique do litoral. 

Neto até que tentou
Há quem diga que o prefeito da capital ACM Neto relutou, já que se tratava de uma pasta bastante espinhosa. O próprio Marcelo havia confessado a amigos mais próximos que já estava acima dos 60 anos e a missão era muito árdua para o “tamanho” dele. Mas, alguns amigos de Bruno Reis garantiram a esta coluna que a tal indicação vai ser vigiada à risca e cobrada full time. 

Segura essa
Resta  saber até onde o novo secretário de Educação da 3ª capital do país vai aguentar o tranco, segura essa bola, Bruno...

2022 dos meus sonhos
Aparentemente para o governador Rui Costa a solução dos problemas da violência ou a origem deles partem do discurso das eleições de 2018 e do governo Federal. Mesmo com mensagens de paz e amor para o próximo ano durante a posse dos gestores de Segurança Pública da Bahia, Rui não deixou de cutucar com vara curta o presidente Bolsonaro e já se qualificar como uma opção para ‘salvar a pátria’ dessa vertente em 2022.

Dupla H&H 
Com tempo limitado após atraso de 1h30 para iniciar a ocasião, além das quedas de internet da governadoria, o subsecretário da SSP, Hélio Jorge, e a nova delegada-geral da Polícia Civil, Heloísa Brito, visivelmente nervosos e deslocados, investiram num discurso já pronto e escrito para encarar a cerimônia de posse.

A sessão virtual que marcou a posse para o novo secretário e vice de segurança pública, além da nova delegada-geral da Civil aconteceu na presença de Rui Costa, no entanto, na formalização com assinatura dos gestores, o governador ‘se pirulitou’. O evento foi prestigiado pelos próprio empossados e o diretor geral da SSP, José Roberto... Vale ressaltar a cara de ‘abandonado’ do novo secretário que está de Covid e não pôde participar com os colegas.

Fritador de Hamburger 2.0
Alberto Pimentel (PSL) foi surpreendentemente alçado ao posto de "chanceler" de Salvador por Bruno Reis após ter sido derrotado nas urnas em 2020. Vai ocupar a esvaziada Secretaria de Gabinete que, segundo o prefeito eleito, vai cuidar das relações internacionais da Prefeitura. Logo após o anúncio, não faltaram comparações entre o marido de Dayane Pimentel e o deputado federal Eduardo Bolsonaro, que naufragou ao tentar ser chanceler do Brasil nos Estados Unidos. Afinal, cada um tem o "fritador" de hambúrguer que merece. Em tempo, o secretário de Gabinete de Bruno Reis é o único que não ter curso superior. Já teve gente maldosa dizendo que ele é formado em "vendas de Hinode". Que maldade!

O traído 
Um político da velha guarda que ficou de fora da Câmara esse ano, que outrora aparecia com maços de dinheiro em espécie para compras corriqueiras no Centro da cidade, está abatido. A dor de corno acometeu o ex-vereador que se diz traído pelos eleitores. 

O destino de Pacheco
O secretário de comunicação de Salvador, o jornalista Pacheco Maia, está sim em negociações para comandar a TV ALBA, apesar de negar de pés juntos.

Os vencidos pelo PSD
Em outrora inimigos, agora discutem a política baiana em tom harmônico. Um tentou se reeleger na ALBA e tomou rasteira do PSD. O outro tentou o golpe, mas não conseguiu a reeleição. Marcelo  Nilo caiu diante de Angelo Coronel e Nelson Leal diante de Adolfo Menezes. Entendedores, entenderão. Os vencidos pelo PSD.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar