Copa do Mundo

Salvador tem mais estrutura e menos jogos que Fortaleza

Imagem Salvador tem mais estrutura e menos jogos que Fortaleza

Secretário Ney Campello pondera que benefícios virão do governo federal para a capital baiana

Publicado em 22/10/2011, às 08h57        Redação Bocão News

O secretário de Assuntos para da Copa (Secopa), Ney Campello, continua ponderando que se Salvador perdeu a realização da abertura do mundial por outro lado as oportunidades para alavancar recursos federais para a capital baiana.

Na coluna Tempo Presente do jornal A Tarde, assina por Levi Vasconcelos, o secretário enumera as “conquistas”: Salvador vai ficar na Copa de 13 de junho a 5 de julho. Sé estará fora das semifinais e da final; Além da Copa em si, a Bahia pode servir de base para a aclimatação de algumas seleções, e nisso Juazeiro e Vitória da Conquista aparecem como possibilidades; Jogando ou se aclimatando, a expectativa é a de que  13 seleções passem pela Bahia antes e durante a Copa.

O A Tarde traz em seu caderno de esportes de sábado outro comparativo sobre a Copa do Mundo. A matéria assinada pelo jornalista André Uzêda revela que Salvador bate Fortaleza nos quesitos aeroporto e hotéis. No entanto, isto não impediu que a capital cearense fosse confirmada como sede da Copa das Confederações, enquanto a capital baiana tenha a sua participação no evento condicionada sabe-se lá ao quê.

De acordo com o levantamento do repórter, Salvador conta com 27 mil leitos de hotéis contra 25 mil de Fortaleza. “O aeroporto Luís Eduardo Magalhães, em Salvador, é melhor que o Pinto Martins, em Fortaleza. Fizemos este levantamento classificando os aeroportos.  Fortaleza está entre os piores no quesito”, diz (ao A Tarde) Rodrigo Prada, diretor do site Portal da Copa.
Salvador perde, no entanto, na capacidade do estádio. Enquanto a Arena Fonte Nova terá capacidade para 50 mil torcedores, o novo Castelão poderá abrigar 67 mil. O estágio da obra lá está pouco mais avançado que o daqui. Por lá, 44% da construção está pronto contra 30% da Fonte Nova.

No quesito mobilidade urbana as duas cidades engatinham. Salvador e Fortaleza têm obras do metrô se arrastando há mais de dez anos  e sem previsão de conclusão.

Foto: Gilberto Júnior // Bocão News

Matéria s relacionadas
Salvador ainda não está garantida na Copa das Confederações

Classificação Indicativa: Livre