Coronavírus

PGR denuncia governador do Amazonas, vice e mais 16 por supostos crimes no combate a pandemia

Divulgação/PSC

A principal suspeita da denúncia diz respeito ao desvio de recursos para a compra de respiradores

Publicado em 26/04/2021, às 17h44    Divulgação/PSC    Redação BNews

O governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), e o vice-governador do Amazonas, Carlos Almeida (PTB), além de outras 16 pessoas, foram denunciados pela Procuradoria-Geral da República nesta segunda-feira (26) por envolvimento em um suposto esquema de corrupção ligado ao enfrentamento da pandemia.

De acordo com informações do portal G1, a PGR estima prejuízo superior a R$ 2 bilhões aos cofres públicos do estado. A principal suspeita da denúncia diz respeito ao desvio de recursos para a compra de respiradores. As acusações serão analisadas pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Além de Lima e Almeida, foram denunciados o secretário chefe da Casa Civil do estado, Flávio Antony Filho; o ex-secretário de Saúde Rodrigo Tobias e outras 14 pessoas, entre servidores públicos e empresários. O grupo é acusado de crimes diversos, sobretudo dispensa indevida de licitação, fraude à licitação e peculato.

Também de acordo com a publicação, a subprocuradora-geral da República Lindôra Araújo afirma que durante o governo de Wilson Lima instalou-se "uma verdadeira organização criminosa que tinha por propósito a prática de crimes contra a Administração Pública, especialmente a partir do direcionamento de contratações de insumos".

O governador e um servidor também são acusados de tentar atrapalhar as investigações através de adulteração de documentos.

Classificação Indicativa: Livre