Coronavírus

Depois de vender 'feijão milagroso' contra Covid, Valdomiro diz que vai se vacinar

Reprodução/ Youtube

As sementes eram vendidas por até R$ 1 mil

Publicado em 30/06/2021, às 08h58    Reprodução/ Youtube    Redação Bnews

Depois de vender sementes de feijão por até R$ 1 mil prometendo que os grãos combateriam casos de Covid-19 menos graves, o apóstolo Valdemiro Santiago, líder da Igreja Mundial do Poder de Deus, afirmou que vai tomar a vacina contra o vírus.

O líder religioso perdeu o irmão para a doença nesta segunda-feira (28). O bispo Vanderley Santiago de Oliveira tinha 53 anos e já havia tomado a primeira dose da vacina no dia 16 de junho. 

"Vou me vacinar, com certeza. Não que eu confie na vacina, só confio em Deus. Até porque eu devo obediência também, não é?", disse ao portal ACidadeON São Carlos, do grupo EPTV.

Estelionato

O Ministério Público Federal (MPF) viu indícios de estelionato por parte de Valdemiro ao tentar convencer seus fiéis a comprarem as sementes, que não possuem a menor eficácia contra a doença.

A Procuradoria Regional da República da 5ª Região, no Recife (PE) pediu em maio deste ano que o Ministério Público do Estado de São Paulo (MP-SP) apurasse o caso e denunciesse o apóstolo.

"Na última reunião de bispos e pastores, apresentando com exame, com laudo médico, gente curada de coronavírus. Em estado terminal, podemos dizer assim. Gravíssimo, num estado muito avançado. E Deus operou e fez maravilha", disse Valdomiro durante a gravação.

Classificação Indicativa: Livre