Coronavírus

Governo Bolsonaro marca data para debater vacinação infantil

Marcelo Camargo/Agência Brasil

Após consulta pública, o Ministério da Saúde faz audiência pública sobre vacinação infantil

Publicado em 03/01/2022, às 16h28    Marcelo Camargo/Agência Brasil    Redação BNews

A audiência pública sobre vacinação das crianças contra covid-19 prometida pelo Ministério da Saúde vai acontecer nesta terça-feira (4). A consulta pública online sobre o tema foi encerrada no domingo (2).

A audiência acontece das 10h às 13h na Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), em Brasília, e será transmitida ao vivo pela Empresa Brasil de Comunicação (EBC). A expectativa é que a pasta divulgue uma decisão na quarta-feira (5).

Em entrevista coletiva nesta segunda-feira (3), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, defendeu a realização da audiência pública, apesar da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) já ter dado o aval em dezembro último. "Serve para ampliar a decisão sobre vacinar crianças", disse. Segundo ele, especialistas devem ser ouvidos.

Queiroga também afirmou que a decisão de vacinar crianças de 5 a 11 anos, já divulgada em nota técnica do Ministério, não deve se alterar após a reunião, mas detalhes podem ser modificados.

Leia mais: Queiroga diz que vacina para crianças será distribuída na 2ª quinzena de janeiro

Em pronunciamento, Bolsonaro defende não vacinados e critica governadores

Início da vacinação

As vacinas contra Covid-19 para crianças devem ser distribuídas para os estados na segunda quinzena de janeiro. A informação foi dada na manhã desta segunda pelo ministro Marcelo Queiroga em conversa com jornalistas.

"Na segunda quinzena elas começam a chegar e serão distribuídas como nós temos distribuído", afirmou o titular da pasta, de acordo com o jornal Folha de São Paulo.

Segundo membros do Ministério da Saúde escutados pela publicação, os imunizantes começam a chegar a partir do próximo dia 10 de janeiro. Contudo, elas precisam passar pelo processo de segurança antes de serem distribuídas.

Siga o BNews no Google Notícias e receba os principais destaques do dia em primeira mão.

Classificação Indicativa: Livre