Coronavírus

Covid-19: Salvador tem vacinação em shoppings, aeroporto, terminais de ônibus e supermercados

Jefferson Peixoto/Secom

Publicado em 03/12/2021, às 09h07    Jefferson Peixoto/Secom    Da redação com informações do repórter João Brandão

O prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), apresentou nesta sexta-feira (3) uma nova estratégia de vacinação. Agora, as equipes de saúde vão se espalhar pela cidade para facilitar o acesso à vacina contra a Covid-19. A ação foi apresentada durante um evento, no Largo do Bonfim.

"Durante o final de semana, vamos realizar um grande mutirão por toda a cidade, então, além dos pontos fixos e dos drives, vamos estar com equipes volantes. Vamos vacinar nas portas das igrejas, na Feira de São Joaquim, rodoviária, aeroporto, estação de transbordo e shoppings. Vamos tornar mais fácil e facilitar a vida das pessoas para que elas possam se vacinar", explicou Reis.

Segundo o gestor municipal, a Prefeitura está buscando o cidadão para que ele não deixe de se vacinar. Ele lembrou ainda que muitos soteropolitanos ainda não completaram o quadro vacinal, apesar dos bons índices de aplicação da primeira e segunda dose na cidade.

“Vamos fazer um grande mutirão neste fim de semana, com equipes volantes nos principais pontos de circulação, como shopping centers, Rodoviária, Aeroporto, Feira de São Joaquim e, pela primeira vez, nas igrejas, como é o caso aqui do Bonfim, que já iniciamos nesta manhã. Temos um grande número de pessoas que ainda não voltaram para a segunda dose, e 130 mil sem a dose de reforço. Por isso, fazemos este apelo para que todos possam se vacinar, em um grande esforço para atingir a imunização completa”, declarou Bruno Reis.

A estratégia acontece das 8h às 18h, nos dois dias, e terá equipes volantes para locais de grande movimentação. O objetivo é alcançar um maior número de pessoas com dificuldade de deslocamento até os postos de vacinação, principalmente aquelas que ainda não iniciaram ou não completaram o esquema vacinal com dose única ou duas doses. A operação também beneficiará pessoas de outras cidades do Estado, ou seja, não será necessário estar com o nome na lista no site da SMS.

Sábado – No sábado (4) estarão funcionando 15 pontos de vacinação volantes, fixos e drives incluindo quatro shoppings (Barra, da Bahia, Itaigara e Bela Vista), duas estações de transbordo (Lapa e Mussurunga) e Feira de São Joaquim, além de pontos que já fazem parte do rodízio normal da vacinação durante a semana como a Universidade Católica do Salvador (Pituaçu), Atakadão Atakarejo (Fazenda Coutos) e o 5º Centro de Saúde (Barris).

O público habilitado para 1ª dose são pessoas com 18 anos ou mais; adolescentes com 12 anos ou mais; adolescente com comorbidades, gestantes e puérperas com idade entre 12 e 17 anos; 2ª dose da CoronaVac com aprazamento até 04/12/2021 e da Oxford e Pfizer aprazados até 03/01/2022; 3ª dose para imunossuprimidos com segunda dose até 06/11 /2021; e pessoas com 18 anos ou mais com segunda dose até 06/07/2021.

Domingo – No domingo (5), outros 13 pontos de vacinação entre volantes, fixos e drives contemplarão instituições religiosas como as Igrejas do Bonfim, Nossa Senhora do Ó, Conceição da Praia, Assunção, Nossa Senhora Aparecida e Igreja Universal, além de pontos que já fazem parte do rodízio normal da vacinação durante a semana.

O público habilitado contemplará com a 1ª dose os adolescentes com 12 anos ou mais; adolescente com comorbidades, gestantes e puérperas com idade entre 12 e 17 anos; 2ª dose da Coronavac com aprazamento até 05/12/2021 e da Oxford e Pfizer aprazados até 04/01/2022; 3ª dose para imunossuprimidos com segunda dose até 07/11 /2021 e pessoas com 18 anos ou mais e segunda dose até 07/07/2021.

O Aeroporto Internacional de Salvador e a Rodoviária também entram na estratégia com equipes de vacinação no sábado e domingo. Durante o esforço do fim de semana, além da vacinação, o Aeroporto contará com a realização dos testes de antígeno para Covid-19, de forma a ampliar ainda mais a barreira sanitária.

Documentos – No ato da vacinação deverá ser apresentado, obrigatoriamente, cópia do documento oficial de identificação com foto, carteira nacional de vacinação digital (ConectSUS atualizado), cartão de vacina e comprovante de residência da cidade onde reside.

Os voluntários de pesquisas e estudos sobre vacina contra Covid-19, além dos documentos já citados, devem levar declaração do instituto de pesquisa de que estão liberados para terceira dose sem prejuízo do prosseguimento do estudo/pesquisa.

Cenário da vacinação no município
Mesmo com 99% da população com a primeira dose, ainda há 51 mil soteropolitanos que não compareceram aos postos de saúde. Destes, até o momento, 25 mil pessoas entre 12 e 17 anos ainda não receberam a primeira dose. Acima de 18 anos, este número sobe para 26,9 mil que deixaram de se imunizar na capital baiana. Os atrasados com a segunda dose já somam 222 mil pessoas. Em relação à dose de reforço, 148 mil já foram imunizados na capital baiana.

Classificação Indicativa: Livre