Justiça

Primo da rainha Elizabeth é condenado a 10 meses de prisão por assédio

Fotografia de Simon Bowes-Lyon - Divulgação

Simon Bowes-Lyon invadiu o quarto de uma mulher que estava hospedada em seu castelo

Publicado em 23/02/2021, às 16h44    Fotografia de Simon Bowes-Lyon - Divulgação    Redação Bnews

O primo da rainha Elizabeth 2°, Simon Bowes-Lyon, 34, foi condenado nesta terça -feira (23) a dez meses de prisão após ter invadido o quarto de uma mulher que estava hospedada em seu castelo e tentar estuprá-la. O crime aconteceu em 2020 na residência de sua família, castelo de Glamis, em Angus, no Leste da Escócia. 

Bowes-Lyon também terá o nome no registro de ofensores sexuais do Reino Unido por 10 anos. Existe um "risco médio" de que ele tente cometer outro crime sexual com outras mulheres. constatou a avaliação psicológica feita durante o julgamento

Segundo a vítima que denunciou Bowes-Lyon, o ataque durou cerca de 20 minutos. Mesmo diante de pedidos para que ele parasse, o primo da rainha continuou a agressão até que a mulher conseguiu tirá-lo do quarto. 

Classificação Indicativa: Livre