Justiça

Eike Batista pede ao STF para quitar multa de acordo de delação com dinheiro bloqueado

Marcello Casal Jr/ Agência Brasil

Ex-bilionário tem de pagar ao menos R$ 150 milhões para evitar prisão

Publicado em 07/11/2021, às 07h57    Marcello Casal Jr/ Agência Brasil    Redação BNews

O empresário Eike Batista tenta pagar a primeira parcela de uma multa estabelecida em seu acordo de delação premiada com dinheiro judicialmente bloqueado. Segundo informações do colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo, ele deveria pagar neste mês uma primeira parcela de R$ 150 milhões de multa - de um total de R$ 714 milhões.

Em vez de quitar o acordado, o ex-bilionário agora diz que quer saldar tudo o que deve de uma vez só. A defesa de Batista pediu à ministra Rosa Weber, que homologou a delação no Supremo Tribunal Federal (STF), que ele possa usar uma debênture emitida pela Anglo American em 2008, quando a mineradora britânica comprou a MMX do empresário. 

Estima-se que a debênture valha aproximadamente US$ 200 milhões. Contudo, este ativo está atualmente bloqueado a pedido do administrador judicial da massa falida da MMX. Ou seja, Batista quer usar dinheiro que, ao menos neste momento, de fato, não possui. Em princípio, se não pagar ao menos os R$ 150 milhões irá preso. 

Leia Também

Filmages de 'Pantera Negra 2' estão paralisadas há três meses; saiba o motivo

Maraisa faz forte desabafo após enterro de Marília Mendonça: 'você não responde, não diz nada, nem sei se me ouve'

Maia tenta anular votação da PEC dos Precatórios, e Rosa cobra Câmara em até 24h

Doria acredita que consenso sobre nome da 'Terceira Via' só deve acontecer em março de 2022

Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 90 milhões na próxima quarta

Classificação Indicativa: Livre