Justiça

BMW pode pagar até R$ 500 milhões pela morte do sertanejo João Paulo

Imagem BMW pode pagar até R$ 500 milhões pela morte do sertanejo João Paulo

Mãe e filha alegam que acidente foi provocado por um defeito no carro

Publicado em 30/10/2013, às 07h12        Redação Bocão News (Twitter: @bocaonews)

A montadora BMW pode pagar uma indenização milionária à família do sertanejo João Paulo, morto em um acidente de carro quando pilotava um veículo da marca, em 12 de setembro de 1997. João Paulo, cujo nome real é José Henrique dos Reis, fazia dupla com Daniel, que após o acidente passou a seguir carreira-solo. Para o advogado da viúva e da filha do cantor, o montante pode chegar a 500 milhões de reais. O processo, no entanto, deve se arrastar por anos.
Em decisão de primeira instância tomada no último dia 21, o juiz Rodrigo Cesar Fernandes Marinho, da 4ª Vara Cível Central de São Paulo, deu ganho de causa à viúva, Roseni Barbosa dos Santos Reis, e à filha, Jéssica Renata dos Reis. Ambas alegam que o acidente que vitimou o sertanejo foi provocado por um defeito no BMW 328i/A dirigido por ele. Nos cálculos de Edilberto Acacio da Silva, advogado da viúva e da filha do cantor, a compensação por danos materiais pode chegar a 500 milhões de reais, se não ultrapassar esse montante. As informações são da Veja

Classificação Indicativa: Livre