Justiça

MP recomenda providências contra "guerra de espadas" durante São João em município baiano; confira

Reprodução/Facebook
Guerra de espadas é uma tradição muito questionado dos festejos juninos  |   Bnews - Divulgação Reprodução/Facebook
Luiz Guilherme

por Luiz Guilherme

[email protected]

Publicado em 14/06/2024, às 17h38



Tradicionalmente famosas durante a época das festas juninos, as "guerras de espadas" ainda é um tema que diverge opiniões entre a população, devido a falta de segurança que essa ação carrega.

Com isso, na última terça-feira (11), o Ministério Público estadual recomendou que o Município de Governador Mangabeira adote algumas providências para impedir o uso das 'espadas' durante o São João, além do Dois de Julho.

Inscreva-se no canal do BNews no WhatsApp!

A recomendação foi encaminhada também para as Polícias Civil e Militar para que sejam feitas diligências com o intuito de localizar depósitos, fabricantes, vendedores e compradores do item no município, com a devida apreensão do material eventualmente encontrado.

A promotora de Justiça Horthênsia Leão destacou que todos os anos há notícias de 'guerras de espadas' nas vias públicas da cidade, principalmente na Rua Domingo Pereira, impossibilitando o deslocamento dos moradores, além de provocar prejuízos materiais nas residências e ameaçar a segurança das pessoas.

A promotora também salientou que é crime fabricar, possuir ou empregar artefato explosivo ou incendiário, sem autorização ou em desacordo com determinação legal ou regulamentar, com previsão de pena de três a seis anos de prisão.

Classificação Indicativa: Livre

FacebookTwitterWhatsApp