Justiça

MP denuncia suspeito de matar jovem de 18 anos no bairro de São Cristóvão

" - Arquivo pessoal

Jovem foi assassinada a tiros em outubro do ano passado

Publicado em 14/01/2022, às 17h26 - Atualizado às 17h39    " - Arquivo pessoal    Redação

O Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) denunciou criminalmente nesta sexta-feira (14) o homem suspeito de matar uma jovem de 18 anos na localidade de Planeta dos Macacos, no bairro de São Cristóvão, em Salvador.

A denúncia ocorre um dia após Elizeu Costa Rodrigues de Souza ser solto em decorrência de o prazo de 60 dias da prisão temporária ter expirado.

Em nota, o MP estadual reforça que em nenhum momento pediu a soltura do acusado e que, no último dia 7 de janeiro, solicitou à Justiça a prorrogação da prisão temporária do suspeito, "que foi indeferida".

"Quando do recebimento do inquérito policial, no dia 30 de dezembro de 2021, o MP solicitou à Polícia informações complementares, o que é legal e legítimo para avaliação do órgão sobre a autoria e materialidade do crime descrito no IP. A soltura de Elizeu Costa decorreu do prazo da prisão temporária ter expirado antes do reenvio pela Polícia do IP com as informações solicitadas", afirma o órgão.

O caso aconteceu no dia 27 de outubro do ano passado, por volta das 21h, quando os pais de Jamile Sanches Araújo deixavam uma colega da filha em casa para que ela não voltasse sozinha.

Conforme a denúncia, o pai da jovem trafegava na Rua da Adutora, quando quatro homens, dentre eles Elizeu Costa Rodrigues, abordaram o veículo. O acusado teria efetuado disparos contra o carro. Um dos projetéis atingiu a cabeça de Jamile, que não resistiu.

O suspeito foi denunciado por homicídio qualificado, tentativa de homicídio e pelos crimes de associação criminosa e corrupção de menores.

O homicídio foi qualificado por motivo torpe, "em razão do domínio exercido pelas facções criminosas que disputam o tráfico ilícito de drogas naquele espaço territorial; com emprego de meio que resultou perigo comum, uma vez que foram efetuado disparos de arma de fogo em via pública, uma área residencial, com pessoas transitando no momento; e com emprego de recurso que impossibilitou a defesa da vítima, uma vez que o denunciado surgiu de repente na rua efetuando disparos de arma de fogo contra o carro [...] tendo um dos projéteis atingido a vítima fatal na região parietal", informa o MP.

Siga o BNews no Google Notícias e receba as principais notícias do dia em primeira mão

Classificação Indicativa: 10 anos