Cultura

Mesmo com veto judicial, peça com Jesus travesti é apresentada em Salvador

Reprodução

Novas apresentações devem ocorrer neste fim de semana

Publicado em 28/10/2017, às 08h55    Reprodução    Juliana Nobre

O espetáculo "Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu", que tem como protagonista Jesus Cristo travesti foi apresentada na noite desta sexta-feira (27), em Salvador, mesmo após suspensão judicial. A decisão do juiz Paulo Albiani Alves, da 12ª Vara Cível e Comercial de Salvador, suspendia a apresentação no Espaço Cultural da Barroquinha, onde já tinha sido exibida no dia anterior.

De acordo com o presidente da Fundação Gregório de Matos, administradora do espaço, a peça foi apresentada no Teatro do ICBA, na Avenida Sete de Setembro. “A decisão suspendia apenas na Barroquinha, mas ela poderia ser em outro local, como foi. Lá tivemos uma grande manifestação e o teatro estava lotado”, conta Fernando Guerreiro ao BNews na manhã deste sábado (28).

O diretor teatral baiano ainda deu seu depoimento sobre o conteúdo da peça, que causou indignação em algumas pessoas, como o deputado estadual Pastor Sargento Isidório (Avante) que também ingressou com liminar para derrubar a exibição do espetáculo. “Eu assisti a peça para tirar minha própria conclusão, como diretor mesmo. A peça não tem nada demais, não choca e é absolutamente inofensiva. Não tem agressão e é uma peça que prega a fraternidade, o amor, contra a violência. O espetáculo questiona a figura de Jesus como uma figura maternal. Na verdade, a pessoas ficaram chocadas por não haver choque nenhum”, defende.

Segundo Guerreiro há possibilidades de novas apresentações no local durante este fim de semana. 

Matérias relacionadas:

Justiça suspende espetáculo que tem Jesus como travesti em Salvador

Estamos vivendo um período grave da volta da censura, aponta Fernando Guerreiro

Classificação Indicativa: Livre