Economia

Ações saltam quase 6% na Eletrobrás após oferta de privatização e uso do FGTS

Reprodução Arquivo Bnews

O ganho no período de duas semanas já supera a rentabilidade anual de 3% das contas do fundo.

Publicado em 26/06/2022, às 15h41    Reprodução Arquivo Bnews    Redação Bnews

As ações da Eletrobras em 15 dias dispararam quase 6% apenas após a oferta de ações para a privatização da companhia, registrada no último dia 9 de junho. O processo movimentou cerca de R$ 33,7 bilhões e fixou em R$ 42 o preço de cada ação da empresa. Na última sexta-feira (24), os papéis da empresa fecharam o dia negociados a R$ 44,38, alta de 5,67%.

Leia também: 

Governo usou sobras do Bolsa Família para despesas militares

Banco Central projeta crescimento de 1,7% do PIB para 2022

Desde a oferta de ações, foram realizados dez pregões na bolsa brasileira e as ações da empresa de energia só caíram nas duas primeiras sessões, quando voltaram a ser vendidas na casa dos R$ 40, e na última quinta-feira (23).

Para quem fez uso dos recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), o ganho no período de duas semanas já supera a rentabilidade anual de 3% das contas do fundo. 

Segundo informações do site R7, a busca pelo uso do fundo para comprar os papéis da companhia contou com a adesão de 350 mil trabalhadores. Com a alta procura, o teto definido para o uso dos recursos, de R$ 6 bilhões, foi superado em 50%, o que fez com que apenas 66,8% do valor indicado para a aplicação fosse efetivamente direcionado para a compra das ações.

Siga o TikTok do BNews e fique por dentro das novidades.

Classificação Indicativa: Livre