Educação

Perdão das dívidas do Fies está sendo analisado, diz ministro da Educação

Isac Nóbrega/PR

Publicado em 20/10/2021, às 18h25    Isac Nóbrega/PR    Redação BNews

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, disse, durante audiência na Câmara dos Deputados nesta quarta-feira (20), que a pasta analisa a possibilidade de perdoar as dívidas dos alunos do Fies que estão em atraso. “Aquilo que depender do MEC estamos caminhamos juntos. Nesse ponto eu me alinho com o seu pensamento e sua preocupação com os mais vulneráveis. Nós estamos estudando isso”, disse.

A declaração foi em resposta ao deputado federal baiano Jorge Solla (PT), que questionou o ministro sobre a possibilidade. "Desde o golpe que tirou a presidenta Dilma para cá, foram perdoadas dívidas com aval do Congresso de 115 bilhões de reais empresas, de 30 bilhões de bancos, e de 40 bi de agronegócio. Anistiar a dívida do Fies custa R$ 6 bilhões. Hoje, a dívida das famílias está no maior patamar da história, representa 59% da renda anual. Por que não aliviar os jovens profissionais de baixa renda, ministro?”.

Leia também: "Auxílio Brasil começa a ser pago em Novembro", confirma Ministro da Cidadania

Operação que prendeu primo de Alcolumbre teve início na gestão André Mendonça

Imposto de Renda: "Vai votar reforma em ano eleitoral?", questiona Otto Alencar

Na sua caminhada rumo à eleição em 2022, o ex-presidente Lula (PT) se reuniu no último dia 4 com a bancada do PT no Congresso Nacional. Um dos temas foi, justamente, o perdão das dívidas do financiamento.  O petista também pediu aos parlamentares que se empenhem em criar um projeto de lei para perdoar ou refinanciar as dívidas do Fies, segundo o relato de interlocutores que estiveram no encontro.

Classificação Indicativa: Livre