Eleições / Eleições 2022

Após decisão de Fachin, Renan Calheiros joga a toalha sobre candidatura de Tebet; entenda

Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Edson Fachin negou o pedido para adiar a convenção do MDB

Publicado em 26/07/2022, às 16h25    Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil    Redação BNews

Após decisão do presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Edson Fachin, o senador Renan Calheiros (MDB) "jogou a toalha" sobre a retirada da candidatura à Presidência da sendora Simone Tebet (MDB).

De acordo com o colunista do Metrópoles, Igor Gadelha, Calheiros admitiu a interlocutores não haver mais como impedir a convenção do MDB que chancelará a candidatura de Tebet ao Planalto.

Fachin negou nesta terça-feira (26) o pedido de integrantes da ala lulista do MDB, em Alagoas, para adiar a convenção nacional da sigla, marcada para esta quarta-feira (27). 

A ação para o adiamento é de Hugo Wanderley Caju, que vai representar a cúpula do MDB de Alagoas na convenção nacional do partido. O texto que justificava o cancelamento trazia questões como a falta de sigilo das informações sobre os votos que serão feitos.

Um dos principais líderes da ala lulista do MDB, é o senador Renan Calheiros, que após a decisão do TSe decidiu não mais tentar barrar a candidatura da correligionária. A interlocutores, Renan admitiu não haver mais nada a ser feito.

Siga o TikTok do BNews e fique por dentro das novidades.

Classificação Indicativa: Livre