Eleições / Eleições 2022

Prates diz que vaga de vice em chapa é condição do PDT para apoiar ACM Neto

Joah Souza/BNews

Secretário Léo Prates disse ainda que partido nunca teve espaço que merecia no governo petista

Publicado em 05/02/2022, às 11h40    Joah Souza/BNews    Luiz Felipe Fernandez

Secretário de Saúde do Município, Léo Prates (PDT) afirmou neste sábado (5) que o PDT tem como condição para apoio à candidatura de ACM Neto, a vaga de vice na chapa majoritária que vai disputar o Governo da Bahia.


Provocado sobre uma possível conversa entre PT e PDT, o deputado licenciado e provável candidato ao legislativo esse ano disse que a posição da sigla é clara em defesa de um projeto que priorize a educação, e que acha difícil o PT oferecer o mesmo espaço no arco de aliança.


"A condição do partido é uma vaga na chapa majoritária, assim é tanto para o apoio ao atual prefeito e ex-prefeito ACM Neto, candidatura que eu defendo. Mas a condição partidária da Executiva nacional, do deputado e presidente estadual Félix Mendonça, e o nacional Carlos Lupi, é de ter espaço na majoritária", explicou Prates em conversa com o BNews, durante a reinauguração da Unidade de Suporte Ventilatório nos Barris.


"Não vejo condições do ex-governador Jaques Wagner de nos oferecer isso, até porque ele já tem compromissos apalavrados né? [...] acho que você tem que perguntar qual a posição dele em relação ao PDT. Vai ser só um partido satélite, como sempre foi tratado dentro do PT? Porque o partido está há 15 anos ao lado do PT e nunca teve espaço", acrescentou.


Segundo Prates, o avanço promovido pela gestão de ACM Neto na educação na capital, contrasta com os resultados do setor na Bahia, que apresenta os piores índices de todo o Brasil.


"Não sou que estou dizendo, são os índices que estão aí. PDT vai colocar como condição para apoiar qualquer um, a vaga na chapa majoritária e a prioridade da educação. Se não, o PDT não descarta, inclusive, não ter candidato", assegura.


MUDANÇA NA SESAB


Com planos de deixar a SMS para disputar a eleição este ano, Prates desejou "sorte" à nova titular da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), Adélia Pinheiro, que entra para substituir Tereza Paim.


Tereza foi promovida ao cargo de secretária após pedido de exoneração de Fábio Vilas Boas por polêmica com dona de restaurante na Ilha dos Frades.


"Quero, em primeiro lugar, desejar sorte, que ela conte com a parceria da cidade de Salvador. Quando a vida das pessoas está em jogo, diferenças políticas ficam pequenas. Ela tem um belíssimo currículo, doutora em saúde pública, mas claro que é uma decisão do governador. Nos cabe é trabalhar em parceria, e com isso ela pode contar. Não a conheço pessoalmente, mas estou à disposição para continuar esse trabalho que tem sido feito ao longo da pandemia", destacou.

Siga o BNews no Google Notícias e receba os principais destaques do dia em primeira mão.

Classificação Indicativa: Livre